• Redação

ACIPG discute desenvolvimento econômico pós-pandemia

Em reunião com a Prefeitura de Ponta Grossa e Governo do Paraná, a associação deve promover uma campanha de valorização do comércio local, para amenizar os impactos da Covid-19.


A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) esteve, na tarde da última terça-feira (28), na Prefeitura Municipal, representada pelo diretor de Indústria Otto Ferreira Neto e pelo diretor de Tecnologia e Inovação Leonardo Puppi Bernardi, para uma reunião com prefeito Marcelo Rangel (PSDB) e o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, representando o governador Ratinho Júnior (PSD).


No encontro, a ACIPG foi convidada para promover uma campanha de valorização do comércio local em parceria com a Prefeitura, no objetivo de amenizar os impactos da pandemia.


Para demonstrar as demandas de investimentos emergenciais do estado, necessários para Ponta Grossa, o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Ponta Grossa (CDEPG) apresentou o estudo elaborado pela a Câmara Técnica permanente de Comércio e Serviços do CDEPG em parceria com o Núcleo de Economia Regional e Políticas Públicas (Nerepp), do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).


Rangel ressaltou que a município está trabalhando para amenizar os impactos da pandemia e que conta com a ajuda do Governo do Paraná e das entidades de Ponta Grossa para superar este momento difícil. “Temos que ser proativos com coisas novas, pois do jeito que está fica mais difícil abrir o comércio. Vamos resolver o problema de aglomeração com ideias e ampliar os setores que serão abertos com soluções”, disse o prefeito.


O Estado deve estar focado na manutenção do consumo para a garantia do trabalho, emprego e renda, segundo Eduardo Bekin. “Temos que identificar quais os setores que iremos colocar dinheiro neste momento, no setor que traga um retorno rápido, não somente para a economia, mas para o estado e para as prefeituras”, disse, colocando o Governo do Estado à disposição de Ponta Grossa.


Para Bernardi, a maioria dos empregadores faz parte das micro e pequenas empresas. Enquanto industrial, ele explica que o setor só não parou em virtude do comércio das pequenas cidades que não pararam.


Já Ferreira salientou que a ACIPG desenvolveu diversos programas e iniciativas desde o início da crise, através do Programa de Apoio ao Empresário Associado (PAE), pensando na retomada da economia em uma forma espiral, convergindo com as ações dos governos municipal, estadual e federal. “Já estamos pensando em ações quando a pandemia acabar. O que falta para o cidadão é saber tudo o que a cidade tem a oferecer e o potencial que Ponta Grossa tem”, finaliza o diretor, que vê como salutar a parceria da ACIPG com o Município.


Informações Assessoria de Imprensa

Foto: ACIPG/Divulgação

Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

Ponta Grossa - PR

Ligue

Fone: 42 - 3028 1300

Whats: 42 9 9994 1011