• Thailan Jaros

Após falta de leite, Mercado da Família abastece unidades com produto em PG

Nos últimos 15 dias, o produto estava em falta diante da alta de preço e o aumento dos consumidores que podem comprar nos locais.

Foto: Prefeitura de Ponta Grossa

O leite já está em estoque novamente nas unidades do Mercado da Família em Ponta Grossa. Nos últimos 15 dias, o produto estava em falta diante da alta de preço e o aumento dos consumidores que podem comprar nos locais.


Conforme a prefeitura, o litro do leite é vendido a R$ 5,79 no Mercado da Família, mas só é permitido comprar no máximo uma caixa com 12 unidades. Segundo a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a falta do produto foi registrada por causa da variação do preço.


Não houve fornecedores interessados ao teto máximo estipulado pelo município no último pregão para a compra do produto. A Secretaria então decidiu abastecer as unidades através de um processo de dispensa de licitação até que outro pregão seja feito.


Produtos como o trigo e de higiene também estão em falta desde o fim do mês passado. Esses produtos acabaram nas unidades em virtude do aumento no número de pessoas incluídas no Mercado da Família.


No fim de junho, uma lei sancionada em Ponta Grossa permitiu o aumento do limite da renda mínima para o cadastro da população no programa. Agora, as famílias com renda de até cinco salários mínimos estão permitidas de integrar o programa.


Até então, só podiam participar as famílias com renda salarial de até 2,5 salários mínimos. Segundo a Secretaria, com mais pessoas podendo comprar, a rotatividade dos produtos aumentou e o setor de compras está se adaptando a estas alterações de público nas unidades.


De acordo com a prefeitura, o papel higiênico deve chegar ainda nesta semana, já o estoque da farinha de trigo deve ser reposto em 15 dias. A administração afirma que o abastecimento estará 100% regularizado até a segunda quinzena de agosto.