• Redação

Auxílio Brasil: agências bancárias amanhecem com filas no primeiro dia de pagamento do benefício

Neste mês, a média do auxílio que substituiu o Bolsa Família deve ser de R$ 224,41 por família.

Foto: Thailan Jaros/CBN Ponta Grossa

As agências da Caixa Econômica Federal registraram filas em Ponta Grossa, nesta quarta-feira (17), por conta do pagamento do Auxílio Brasil, o programa que substituiu o Bolsa Família.


Conforme o calendário do Ministério da Cidadania, os pagamentos começam hoje e seguem até o dia 30 de novembro. Este é o primeiro mês do Auxílio Brasil, um programa de transferência direta e indireta de renda, destinado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o país, de modo que consigam superar a situação de vulnerabilidade social.


O Programa é gerido pelo Ministério da Cidadania, responsável pelo envio dos recursos para pagamento. Segundo o Ministério, neste primeiro mês serão contempladas mais de 14,5 milhões de famílias, que receberão um total de mais de R$ 3,25 bilhões.


Em novembro, a média do auxílio pago por família é de R$ 224,41. A Caixa Econômica é responsável por realizar o pagamento do Auxílio Brasil para as pessoas selecionadas, e também pela disponibilização de canais para atendimento aos beneficiários que tenham dúvidas sobre o saque do benefício.


O Auxílio Brasil será pago por meio da conta Poupança Social Digital, o aplicativo Caixa TEM, que é o mesmo usado para o pagamento do Auxílio Emergencial, também pela Conta Corrente de Depósito à vista, Conta Especial de Depósito à vista; e Conta Contábil (plataforma social do programa), usada apenas se o beneficiário não tiver nenhuma das anteriores.


Os beneficiários que costumavam fazer o saque do Bolsa Família usando o cartão do programa poderão sacar o Auxílio Brasil da mesma forma, até que um novo cartão seja emitido com o nome do novo programa.


As famílias beneficiárias do Bolsa Família, que atendam à regra do Auxílio Brasil, terão migração automática sem a necessidade de fazer qualquer tipo de inscrição.


Caso a família ainda não seja beneficiária, quando seu benefício for concedido, a Caixa enviará correspondência para a residência comunicando a seleção para o Programa, de acordo com o endereço informado no Cadastro Único.


Também é possível consultar a situação do benefício através do Atendimento CAIXA ao Cidadão no 0800 726 02 07, e do Aplicativo Auxílio Brasil CAIXA e Aplicativo CAIXA Tem.


Para saber se a parcela do benefício já está na conta, a consulta pode ser realizada pelo Aplicativo Auxílio Brasil, Aplicativo CAIXA Tem ou ligando para o Atendimento CAIXA ao Cidadão no telefone 0800 726 02 07, opção 3 e, em seguida, 2. Depois digitar o seu CPF ou NIS (Número de Identificação Social).


Hoje o pagamento é feito para quem tem o Número de Identificação Social terminado em 1. Amanhã, terminado em 2 e na sexta, em 3.


Veja o calendário de pagamento

Quem pode participar


Podem participar do Programa as famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que tenham, em sua composição, grávidas, mães que amamentam, crianças, adolescentes e jovens entre 0 e 21 anos incompletos.


As famílias extremamente pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de zero a R$ 100,00 (cem reais). As famílias pobres são aquelas que têm renda familiar per capita de R$ 100,01 (cem reais e um centavo) a R$ 200,00 (duzentos reais).


Para se candidatar ao Programa é necessário que a família esteja inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal e tenha atualizado seus dados cadastrais nos últimos 2 anos.


Caso atender aos requisitos de renda e não esteja inscrito, a família pode procurar o responsável pelo Programa Auxílio Brasil na prefeitura para realizar o cadastramento no Cadastro Único.


É preciso também manter os dados sempre atualizados, informando à prefeitura qualquer mudança de endereço, telefone de contato e composição da sua família, como: nascimento, morte, casamento, separação e adoção.


O cadastramento é um pré-requisito, mas não implica a entrada imediata da família no Programa. Mensalmente, o Ministério da Cidadania seleciona, de forma automatizada, as famílias que serão incluídas para receber o benefício.


Entre os benefícios que fazem parte do auxílio Brasil estão o Benefício Primeira Infância, Composição Familiar, Benefício de Superação da Extrema Pobreza, Auxílio Criança Cidadã, Benefício Compensatório de Transição, Auxílio Esporte Escolar, Bolsa de Iniciação Científica Júnior, Auxílio Inclusão Produtiva Rural.


Benefícios do Auxílio Brasil


Benefício Primeira Infância


Destinado às famílias que possuam, em sua composição, crianças com idade entre 0 e 36 meses incompletos. Será pago o valor de R$ 130,00 por integrante da família que se enquadre nesse benefício.


Benefício Composição Familiar


Destinado às famílias que possuam, em sua composição, gestantes ou pessoas com idade entre 3 e 21 anos incompletos. Será pago o valor de R$ 65,00 por integrante da família que se enquadre nesse benefício.


Benefício de Superação da Extrema Pobreza


Valor mínimo calculado por integrante e pago por família beneficiária do Programa Auxílio Brasil cuja renda familiar mensal per capita, calculada após o acréscimo dos benefícios financeiros, for igual ou inferior ao valor da linha de extrema pobreza.


Auxílio Criança Cidadã


Concedido para acesso da criança, em tempo integral ou parcial, às creches, regulamentadas ou autorizadas, que ofertem educação infantil, nos termos do regulamento.


O valor mensal do Auxílio Criança Cidadã será de:


I - R$ 200,00 (duzentos reais), para as famílias que tenham crianças matriculadas em turno parcial; e


II - R$ 300,00 (trezentos reais), para as famílias que tenham crianças matriculadas em turno integral.


Benefício Compensatório de Transição


Concedido às famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família que tiverem redução no valor financeiro total dos benefícios recebidos em decorrência do enquadramento na nova estrutura de benefícios financeiros previstos no Programa Auxílio Brasil.


Benefícios com a folha de pagamentos gerada pelo Ministério da Cidadania


Auxílio Esporte Escolar


Auxílio financeiro concedido às famílias integrantes do Auxílio Brasil que apresentem, em sua composição, atletas que se destacarem em competições oficiais do sistema de jogos escolares brasileiros, nos termos do regulamento.


O valor do Auxílio Esporte Escolar será de:


I - R$ 100,00 (cem reais), referentes a cada uma das doze parcelas mensais do benefício; e


II - R$ 1.000,00 (mil reais), referentes à parcela única, por família.


Bolsa de Iniciação Científica Júnior


Concedida aos estudantes, integrantes das famílias que recebam os benefícios do Auxílio Brasil, que se destacarem em competições acadêmicas e científicas, de abrangência nacional, vinculadas a temas da educação básica, nos termos do regulamento.


O valor da Bolsa de Iniciação Científica Júnior será de:


I - R$ 100,00 (cem reais), referentes a cada uma das doze parcelas mensais do benefício; e


II - R$ 1.000,00 (mil reais), referentes à parcela única, por família.


Auxílio Inclusão Produtiva Rural


Concedido para incentivo à produção, doação e consumo de alimentos saudáveis pelos agricultores familiares que recebam os benefícios Auxílio Brasil para consumo de famílias. Auxílio Inclusão Produtiva Rural será pago em parcelas mensais de R$ 200,00 (duzentos reais).


Auxílio Inclusão Produtiva Urbana


Concedido àqueles que recebam os benefícios Auxílio Brasil e que comprovarem vínculo de emprego formal, nos termos do regulamento. O Auxílio Inclusão Produtiva Urbana será pago em parcelas mensais de R$ 200,00 (duzentos reais), a partir do mês seguinte à comprovação do vínculo de emprego formal.