top of page
  • CBN Ponta Grossa

Bombeiro é preso suspeito de envolvimento em homicídio por disputa pelo tráfico de drogas em Irati

Polícia Militar do Paraná instaurou um processo administrativo para apurar o caso e a conduta do militar estadual.

Foto: Polícia Civil

Um bombeiro militar foi preso nessa quarta-feira (03) suspeito de envolvimento em um homicídio no município de Irati, no Centro-Sul do Paraná. O crime aconteceu no fim do ano passado. O bombeiro está na reserva remunerada e teria levado a vítima a uma emboscada.


Segundo a Polícia Civil, o homicídio envolveu disputa de territórios do tráfico de drogas na cidade. Os criminosos teriam atraído a vítima para que vendesse drogas no local que supostamente pertencia à quadrilha. O Bombeiro seria o proprietário da casa onde a venda ocorreu.


Quando a vítima chegou ao lugar e entregou a droga, os criminosos ordenaram que ele vendesse os produtos deles ou fosse embora da cidade. O homem foi morto a tiros uma semana depois na frente do filho de um ano e outras duas crianças.


Uma semana após esse crime, dois criminosos tentaram matar dois homens em um lava-jato de Irati, que estaria vinculado ao primeiro caso. A tentativa de homicídio teria sido uma vingança do primeiro caso.


De acordo com a Polícia, os homens chegaram no estabelecimento usando uma motocicleta, e o passageiro, após perguntar se os funcionários “lavavam motos”, desceu atirando e fugiu em seguida. Dois indivíduos foram atingidos pelos tiros, mas sobreviveram.


As ações dessa quarta-feira (03) foram a segunda fase da Operação Playback e investiga também os dois homicídios tentados no lava-jato. Além do Bombeiro, foram presos os dois suspeitos do primeiro homicídio. A operação cumpriu três mandados de prisão e dois de busca e apreensão.


Durante o cumprimento de um dos mandados de prisão, o cão farejador da Polícia Civil encontrou uma porção de maconha, nove buchas de cocaína e R$ 2.977 escondidos, ocasião em que foi lavrado auto de prisão em flagrante por tráfico de drogas.


O Militar foi encaminhado à Piraquara, e os demais levados ao DEPEN de Irati. Na primeira fase da Operação, em fevereiro deste ano, outros três investigados foram presos em três municípios da região.


Um dos suspeitos foi preso na rodovia BR-277, próximo a um posto de combustível, no município de Fernandes Pinheiro, outro no Bairro Jardim Virgínia em Irati e o terceiro no Bairro Nova Rússia, em Ponta Grossa.


Além dos três mandados de prisão, a primeira fase da Operação “Playback” cumpriu 13 mandados de busca e apreensão expedidos pela Vara Criminal de Irati. A Polícia Militar do Paraná instaurou um processo administrativo para apurar o caso e a conduta do militar estadual.



Comments


bottom of page