• Redação

BRDE terá R$ 460 milhões para financiar safra agrícola paranaense


O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), terá 460 milhões de reais para fomentar o desenvolvimento do agronegócio do Paraná. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta quarta-feira (08), em live no canal do BRDE no YouTube.


Este valor integra o Plano Safra 2020/2021, editado pelo Governo Federal, e é 6,1% superior ao da safra anterior. O Plano Safra está em vigência desde o dia 1º desse mês e vai destinar, no total, 236 bilhões e 300 milhões de reais para apoiar a produção agropecuária de pequenos, médios e grandes produtores do País.


Ratinho Junior destacou que o montante disponível para a próxima safra representa 46% do que foi financiado pela agência paranaense do BRDE nas últimas três safras, estimado em cerca de um bilhão de reais.


Para agricultores enquadrados no Pronaf, Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar, por exemplo, a taxa foi reduzida de 3 a 4,6% para 2,75 a 4%, enquanto o volume de crédito aumentou mais de 5%, alcançando a marca de 33 bilhões de reais no País. Nos casos dos demais produtores e cooperativas, houve redução de 2% na taxa de juros, alcançando a marca de 6%.


Nos créditos, o Plano destinou mais de 170 bilhões de reais nacionalmente. Nos casos dos produtores enquadrados no Pronamp, Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural, são 33 bilhões e 100 milhões disponíveis em crédito, e redução de taxa de juros de 6 para 5%.


O secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, destacou também o aumento de 300 milhões de reais na subvenção ao prêmio do seguro rural, que terá um bilhão e 300 milhões de reais disponíveis para a próxima safra. Os recursos ficam à disposição dos produtores para proteger várias lavouras. Auxiliar em casos de perdas climáticas, o programa é, neste instante, alternativa para redução de prejuízos devido à pandemia do novo coronavírus.


Além da ampliação de créditos, a redução nas taxas de juros e a subvenção do seguro rural, o Plano de Safra também prevê 33% a mais para o Inovagro, Programa de Incentivo à Inovação Tecnológica na Produção Agropecuária, chegando à casa dos dois bilhões de reais.


Imagem: Reprodução/AEN

Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

- Ponta Grossa

- Paraná

- Brasil 

Ligue

Fone: (42) 3028-1300

Whats: (42) 99994-1011 

Email

jornalismo@cbnpg.com.br

Contato Comercial

opec@cbnpg.com.br