top of page
  • CBN Ponta Grossa

Caminhoneiro que transportava mais de 4 mil litros de vinho de origem estrangeira é preso em Irati

Garrafas foram encontradas em carga de cebolas e iriam até São Paulo.

Foto: Polícia Rodoviária Federal

Um caminhoneiro de 23 anos foi preso no sábado (29) por transportar 4.500 litros de vinho importados ilegalmente em Irati, na região central do Paraná. A carga estava escondida em meio a sacos de cebolas.


De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os litros foram encontrados depois de uma fiscalização das equipes. Os policiais constataram que o motorista não respeitou o tempo máximo de direção contínua. Foram encontrados também 184 comprimidos de anfetamina na cabine do veículo.


O caminhoneiro disse à Polícia que começou o transporte da mercadoria em Pato Branco, no sudoeste paranaense e iria até São Paulo. As garrafas de vinho tinham alto valor no mercado brasileiro e as cebolas eram de origem argentina.


O homem e as mercadorias foram encaminhados para a Polícia Federal de Ponta Grossa pelos crimes de contrabando, descaminho e porte de drogas para consumo.


Conforme a Polícia Rodoviária Federal, apesar de parecer uma conduta de baixo risco, o contrabando de vinho oferece prejuízo diretamente aos comerciantes brasileiros, pela concorrência desleal.


Ainda existe alto risco de consumo de produtos sem condições sanitárias, devido aos métodos precários de transporte em que o vinho fica submetido a condições inadequadas de armazenamento.


Segundo a PRF, as cargas de vinho importado ilegalmente podem facilmente ultrapassar R$ 1 milhão no mercado brasileiro, o que demonstra o alto investimento criminoso na atividade.



bottom of page