• Thailan Jaros

Casos de dengue aumentam 34% nos Campos Gerais na última semana, aponta boletim

Ao todo, já são 805 confirmações e 2.419 notificações na região.

Foto: AEN

Os casos de dengue aumentaram 34% em uma semana nos Campos Gerais, conforme o boletim epidemiológico publicado nessa terça-feira (10), pela Secretaria Estadual de Saúde. Ao todo, já são 805 confirmações e 2.419 notificações na região.


De uma semana para a outra, foram confirmados 205 casos nos Campos Gerais. Dos 19 municípios que fazem parte da região, Tibagi é o que registra o maior número de confirmações. Segundo o boletim, 67% do total de casos foi registrado na cidade.


Tibagi teve um aumento de 49% nos casos em uma semana. Na semana passada, o município tinha 363 casos, já nesta semana o número aumentou para 544, com 1.048 notificações. No fim do mês passado, Tibagi decretou situação de emergência para o combate à dengue.


De acordo com a prefeitura da cidade, a medida foi necessária para controlar a proliferação do mosquito Aedes Aegypt que transmite a doença. O decreto de emergência é válido por três meses, mas pode ser prorrogado, dependendo da situação.


O decreto permite que a Secretaria Municipal de Saúde possa requisitar pessoal e equipamentos dos departamentos e setores da Prefeitura ou de proprietários e entidades privadas para combater os focos da dengue. Além do contrato temporário de pessoal e serviços.


Na região dos Campos Gerais, Piraí do Sul registra 106 casos de dengue, Imbaú 51 e Telêmaco Borba 48 casos. Segundo o boletim, Reserva tem 27 casos e Ponta Grossa soma 17 confirmações da doença.


Conforme o boletim semanal, o Paraná já registra 124.078 casos notificados, com 43.751 confirmações. São 6.703 casos a mais, um aumento de cerca de 18% em relação aos números do informe anterior.


Dos 373 municípios que registraram notificações de dengue, 315 confirmaram a doença, sendo que 274 são de casos autóctones, ou seja, a dengue foi contraída no município de residência dos pacientes.


A Secretaria ainda informou a morte de mais três pessoas. Trata-se de uma mulher de 95 anos, que morava em Cascavel e dois homens, um de 20 anos morador de Maringá e 85 anos, de Londrina. As mortes ocorreram entre os dias 26 de março e 14 de abril de 2022. Desde o início do período o Paraná soma 12 mortes pela doença.


O estado está em situação de epidemia de dengue desde o dia 19 de abril. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, os técnicos em todos os níveis do governo intensificaram as ações de Vigilância Ambiental.