• Thailan Jaros

Cerca de 35 mil crianças de 5 a 11 anos devem ser vacinadas contra a Covid-19 em PG

A vacina usada na imunização das crianças de 5 a 11 anos foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro do ano passado.

Foto: Prefeitura de Ponta Grossa

Cerca de 35 mil crianças de cinco a 11 anos devem ser vacinadas contra a Covid-19 em Ponta Grossa. As primeiras doses começam a chegar no estado nesta sexta-feira (14).


O público infantil foi incluído no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, no âmbito do Programa Nacional de Imunizações (PNI). A vacinação está prevista em uma Nota Técnica publicada pelo Ministério da Saúde no último dia 5 de janeiro.


Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, a primeira remessa tem aproximadamente 60 mil vacinas, que serão destinadas para todo o Paraná. As doses desembarcam no Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na região Metropolitana de Curitiba, às 13h50.


A remessa vai seguir para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e deve ser distribuídas aos municípios. O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, afirmou que as doses vão chegar nas cidades em até 24 horas.


Desde a semana passada, os profissionais de saúde que atuam na vacinação contra a Covid-19 passam por uma capacitação com as orientações para o procedimento de aplicação nas crianças de 5 a 11 de idade.


Conforme a Sesa, a capacitação é promovida pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), em conjunto com os laboratórios Pfizer e BioNtech e foi feita de forma on-line em três etapas.


As orientações são sobre o imunizante pediátrico, a logística para evitar a armazenagem incorreta dos insumos e a aplicação das vacinas.


A vacina usada na imunização das crianças de 5 a 11 anos foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 16 de dezembro do ano passado.


A aprovação permite o início do uso da vacina da Pfizer no Brasil para esta faixa etária. Segundo a equipe técnica da Agência, as informações avaliadas indicam que a vacina é segura e eficaz para o público infantil.


A avaliação da Anvisa levou 21 dias. Essa vacina é diferente da utilizada para adultos. Conforme a Anvisa, a formulação da vacina para crianças será aplicada em duas doses de 0,2 mL (equivalente a 10 microgramas), com pelo menos 21 dias de intervalo entre as doses.


O frasco será identificado com a tampa de cor laranja, para que as equipes de saúde e os pais possam verificar. Para os maiores de 12 anos, a vacina, que será aplicada em doses de 0,3 mL, terá tampa na cor roxa.


O imunizante também tem esquema de conservação diferente, já que pode ficar por 10 semanas em temperatura de 2ºC a 8ºC. A aplicação vai começar em crianças com alguma comorbidade.


Ouça: