top of page
  • Ricardo Silveira

Cesta básica está mais barata em Ponta Grossa, aponta pesquisa da UEPG

Dos cinco grupos que compõem a Cesta Básica, o Higiene foi o que mais colaborou para a queda dos valores

(Foto: Gilson Abreu/ AEN-PR).

A cesta básica em Ponta Grossa ficou 0,13% mais barata em abril, em comparação ao mês anterior. O cálculo é do Departamento de Economia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). A compra dos 33 produtos que compõem a cesta passa a custar R$ 862,73 na primeira semana de maio. O item que ficou mais caro foi o tomate (+48,08%) e o mais barato foi o pão (-12,71%).


Dos cinco grupos que compõem a Cesta Básica, o Higiene foi o que mais colaborou para a queda dos valores: 3,67%. No grupo, o xampu foi o produto que ficou 10,37% mais barato. O Grupo Alimentação Geral teve uma queda de 2,68% do valor, com a margarina mais cara (15,53%) e o pão mais barato (12,71%).


Com um aumento de preço de 12,77%, o Grupo Hortifrutigranjeiros registrou o tomate com maior aumento de preço (48,08%) e a cebola com o menor aumento (11,03%). A carne bovina é destaque no Grupo Carne, ficando 2,47% mais cara. No Grupo Limpeza, o amaciante foi o produto que ficou 13,28% mais caro, e a espoja 7,06% mais barata.


A pesquisa caracteriza o consumo básico de alimentação, higiene e limpeza de famílias com três membros em média, com renda de 1 a 5 salários mínimos e residentes em Ponta Grossa.


O índice é exclusivo para representar as compras efetuadas pelo sistema delivery dos supermercados ponta-grossenses.

Comentários


bottom of page