top of page
  • CBN Ponta Grossa

Cidades dos Campos Gerais reúnem opções dentro do turismo religioso

Segmento ganha força em diversos municípios da região, com destaque para Piraí do Sul, Palmeira, Tibagi, Jaguariaíva, Telêmaco Borba e Ponta Grossa


O turismo religioso movimenta, ano após ano, uma grande quantidade de fiéis entre as cidades que compõem a Associação dos Municípios dos Campos Gerais (AMCG). Este segmento está diretamente relacionado à fé da população, que se desloca para visitar templos religiosos e outros espaços considerados sagrados. Além disso, a participação em eventos também é um chamariz para aqueles que buscam refletir acerca da espiritualidade.


Nos Campos Gerais, é possível encontrar diversos templos cristãos, como a capela de Vieiras, em Palmeira; o Santuário de Nossa Senhora das Brotas, em Piraí do Sul; e o Olho D’Água São João de Maria, em Tibagi. Outros ambientes propícios para reflexão e renovação da fé são a Catedral de Sant’Ana, a Mesquita Islâmica e o Mosteiro da Ressurreição, em Ponta Grossa, além do Santuário Senhor Bom Jesus da Pedra Fria e a Santa do Paredão na Serra Velha, ambos em Jaguariaíva.


Confira abaixo alguns dos locais abertos para visitação:

Piraí do Sul


É impossível falar em turismo religioso sem destacar a cidade de Piraí do Sul. Entre os principais atrativos da cidade está o Santuário Nossa Senhora das Brotas. Localizado em um belíssimo bosque cercado de araucárias, árvores nativas, córregos e riachos distribuídos em 28 hectares, o espaço também conta com trilhas pavimentadas para facilitar a mobilidade, além de banheiros, sala de souvenir e praça de alimentação. Clique aqui para saber mais.


O município também é conhecido pelas festividades tradicionais. Dentre elas estão a Festa das Brotas, onde é comemorado o dia da Nossa Senhora das Brotas, padroeira da cidade e também da Rota dos Tropeiros; e a Festa do Senhor Menino Deus, que acontece no período natalino.



Palmeira


O município de Palmeira também é reconhecido pela religiosidade. Neste segmento, cabe citar as Capelinhas de Vieiras, que estão entre os principais atrativos locais. Dispostas na forma de uma grande cruz deitada, 14 capelinhas feitas de pedra compõem o Santuário do Senhor Bom Jesus do Monte, localizado em Vieiras, comunidade situada a 35 km da cidade. 


O projeto foi idealizado pelo português Bento Luís da Costa, em reconhecimento às graças recebidas durante os 50 anos em que viveu na comunidade. As construções fazem referência ao santuário português de mesmo nome, situado na cidade de Braga, visitado por Costa quando menino. Além do Santuário, Palmeira dispõe de diversas igrejas e templos. Também cabe destacar a Igreja Nossa Senhora Imaculada Conceição, situada na região central. Clique aqui para ver mais.



Tibagi


A cidade se destaca por seus eventos religiosos, além da fé e devoção da comunidade. Os principais atrativos religiosos são a Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios, Olho D’Água São João de Maria, Capela Santa Pastorina e Capela do Bom Jesus da Cana Verde. Um dos ícones da cultura tibagiana é a devoção à Nossa Senhora dos Remédios que fica evidenciada num dos prédios históricos mais belos da cidade.


A Igreja Matriz, localizada na praça central de Tibagi, completou 70 anos em 2023.O Olho D’Água São João de Maria, localizado na PR-340, é outro importante atrativo religioso do município. No local há uma capela e Olho D'Água para realização das preces. A Peregrinação de São João de Maria, evento realizado pela Secretaria de Turismo, ocorre na madrugada de toda sexta-feira santa. A cidade também oferece o Centro de Peregrinação Santa Pastorina. Em Tibagi, é comemorado no dia 26 de julho a festa em alusão ao ‘Dia da Santinha’. Clique aqui e leia mais.



Jaguariaíva


A religião também faz parte da história de Jaguariaíva, com destaque para o Santuário Senhor Bom Jesus da Pedra Fria e a Santa do Paredão, na Serra Velha. O primeiro fica localizado na colina da Cidade Alta, e sua origem remete ao século XIX, quando foi construída nos anos de 1863-1864. Sua edificação deve-se inteiramente à devoção dos pioneiros ao Senhor Bom Jesus da Pedra Fria, devoção esta de origem portuguesa.


A área da Santa do Paredão consiste em um trecho da Área de Proteção Ambiental da Escarpa Devoniana. Uma lenda aponta que, desde o século XIX, a imagem de uma santa pode ser avistada no alto do paredão pelos que têm fé, dando assim origem ao nome do local, que também é conhecido como a “Santa da Serra”. Clique aqui para conferir mais detalhes sobre o turismo local.


Os dois locais recebem eventos importantes. A Festa do Senhor Bom Jesus da Pedra Fria e Divino Espírito Santo começa com novenas que acontecem nos dias 28 de julho a 6 de agosto. No dia 6 é a grande Festa ao padroeiro. Após a Santa Missa e novena, começam as festividades com barracas de brinquedos na praça e no salão Paroquial. Já a caminhada à Santa do Paredão consiste em uma peregrinação religiosa da cidade até o Paredão, realizada no último domingo de outubro. A distância é de quase 24 km. Logo após, acontece a Missa Campal, ponto alto da romaria.



Telêmaco Borba


A cidade de Telêmaco é outra que entra como destaque dentro do turismo religioso. Um dos principais pontos de visitação é a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima.


Localizada ao lado de um bosque com altas árvores, a igreja apresenta uma arquitetura moderna e belos vidros azulados. Outro templo reconhecido em toda a região é a Igreja Nossa Senhora Aparecida, construída no mesmo formato da imagem de Nossa Senhora. Leia mais sobre o turismo local aqui (consulte os atrativos disponíveis).



Ponta Grossa


Considerada a cidade polo dos Campos Gerais, Ponta Grossa também reúne atrativos de cunho religioso. Um exemplo é a Catedral Santana, situada na região central do município. O projeto foi iniciado em 1978 em substituição ao antigo prédio. Os vitrais e arquitetura proporcionam uma experiência diferente e visão privilegiada da cidade.


O Mosteiro da Ressurreição é outro ponto indispensável para visitação. No local, monges atendem a inúmeros leigos e religiosos que, como visitantes ou hóspedes, buscam, momentos de recolhimento, oração e direção espiritual. Leia mais sobre o turismo de Ponta Grossa aqui.



Fotos: Divulgação

Das Assessorias

bottom of page