top of page
  • Ricardo Silveira

Com 11 horas, Paraná vira 2º colocado no ranking nacional de tempo de abertura de empresas

O tempo de 11 horas e 23 minutos foi a média para registro de uma nova empresa no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), atrás apenas do Sergipe (1º), que registrou tempo médio de 7h01, mas com número bem menor de processos (5.525 x 446 no mesmo período)

Foto: Roberto Dziura Jr/AEN

O Paraná subiu duas posições no ranking nacional de menor tempo médio para abertura de empresas no Brasil em maio deste ano, alcançando o 2º lugar do País. O tempo de 11 horas e 23 minutos foi a média para registro de uma nova empresa no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), atrás apenas do Sergipe (1º), que registrou tempo médio de 7h01, mas com número bem menor de processos (5.525 x 446 no mesmo período).


O tempo médio paranaense subiu apenas sete minutos de abril para maio deste ano, conforme os boletins desenvolvidos pela Junta Comercial do Paraná (Jucepar). O tempo envolve desde a etapa de viabilidade até à efetivação do registro no CNPJ.


Para o presidente da Jucepar, Marcos Rigoni, o desempenho aponta a boa competividade das cidades paranaenses frente a outros municípios brasileiros na oferta de facilidade processual aos novos empresários. "Melhorar constantemente é o que move os servidores do órgão", afirma.


Entre os estados do Sul, o Rio Grande do Sul aparece em terceiro com 12 horas e Santa Catarina em 23º com 1 dia e 11 horas (ou 35 horas). No Brasil, o tempo médio em maio foi de 1 dia e 14 horas (38 horas), com o movimento de 67.105 processos.


ABERTURA DE EMPRESAS – Entre janeiro e maio foram abertas 122.406 empresas – 4,59% a mais que o mesmo período de 2022. Seguindo a tendência dos boletins divulgados mensalmente pela Jucepar, o saldo no número de empresas foi positivo: 54.981. O cálculo é feito da diferença entre o número de empresas abertas e as fechadas.


Ao todo, o Paraná possui 1.647.570 empresas ativas, sendo 1.571.406 matrizes e 76.164 filiais. Dos pedidos de registro, sete em cada 10 são para microempreendedor individual (MEI). Na sequência, os tipos de empresas que mais aparecem em processos de viabilidade e registro na Jucepar são: Sociedade Empresária Limitada (22%), empresa individual (2%), e os tipos sociedade anônima fechada, cooperativa, sociedade anônima aberta e consórcio com percentuais abaixo de 1%.


As atividades que tiveram maior movimentação no período foram comércio e reparação de veículos, com abertura de 27.757 novas empresas; transporte e armazenagem, com 12.759; atividades profissionais, científicas e técnicas, com 10.982; construção, com 10.905; e atividades administrativas e serviços complementares, com 10.638.


Os municípios que apresentaram maior movimento no número de abertura de empresas no período foram Curitiba - 29.446, Londrina - 6.987, Maringá - 6.297, Cascavel - 4.596, São José dos Pinhais - 4.405, Ponta Grossa - 3.961, Foz do Iguaçu - 3.617, Colombo - 2.812, Pinhais - 1.848 e Araucária - 1.842.


Confira os relatórios do TEMPO DE ABERTURA e do SALDO DE EMPRESAS .

bottom of page