top of page
  • CBN Ponta Grossa

Com aumento do salário mínimo, contribuição de MEIs deve aumentar a partir de fevereiro

Taxa deve variar entre R$ 67 e R$ 72, dependendo da categoria. Cerca de 23.600 MEIS estão registrados em Ponta Grossa.

Foto: Prefeitura de Ponta Grossa

A partir de fevereiro, o valor da contribuição dos microempreendedores individuais vai aumentar em todo o Brasil. O valor mensal terá reajuste baseado no salário mínimo que passa de R$ 1.212 para R$ 1.320 neste ano.


Com a mudança, o MEI vai pagar entre R$ 67 e R$ 72, dependendo da atividade exercida. De acordo com um levantamento feito pelo Sebrae, Ponta Grossa tem cerca de 23.600 MEIS registrados.


Em 2022, o município teve 2.210 aberturas de novas empresas e 1.308 fechamentos com saldo positivo de 902 empresas abertas. A consultora do Sebrae, Gabriela Cipriano, destaca que a maioria é de prestação de serviço, seguido de comércio. (Ouça abaixo).


Para empresas de comércio e indústria que recolhem INSS e ICMS o valor deve ser de R$ 67. Para os serviços que pagam INSS e ISS o valor soma R$ 71. Já as de comércio e serviços, com taxas de INSS, ISS e ICMS, vão pagar R$ 72.


Os valores incluem as taxas e a contribuição previdenciária para o INSS, que passa a ser de R$ 66, correspondente a 5% do salário mínimo.


O reajuste já passa a valer na cobrança correspondente a janeiro de 2023 que vence em 20 de fevereiro. O pagamento também garante o acesso a linhas de crédito e financiamentos com condições especiais e benefícios previdenciários como o salário maternidade e o auxílio-doença.


O pagamento da guia é feito pela internet ou pelo aplicativo MEI no celular.


Ouça:



bottom of page