• Ricardo Silveira

Com um a menos, Operário fica no empate com o CSA

Atualizado: 16 de mai.

André Lima foi expulso ainda no primeiro tempo

(Foto: Morgana Oliveira | CSA).

Atuando no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o Operário Ferroviário ficou no empate em 0 a 0 na noite deste sábado, 14, com o CSA, em jogo válido pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.


O jogo


Para o confronto o técnico Claudinei Oliveira promoveu uma mudança no Operário. Silvinho que vinha se destacando nos últimos confrontos ganhou chance na equipe titular.


Já o CSA comandado pelo técnico Mozart apostava em atletas experientes como o zagueiro Werley (ex-Vasco e Grêmio), Diego Renan (ex-Cruzeiro). Gabriel (ex-Flamengo) e Osvaldo (ex-São Paulo).


O primeiro tempo foi bastante "brigado" principalmente no meio-campo. Ambas as equipes tinham dificuldades nas jogadas em profundidade, muitas vezes em razão do bom posicionamento defensivo adversário.

(Foto: Gabriel Thá/OFEC).

Osvaldo era o atleta mais perigoso da equipe alagoana, chamando o jogo e buscando a criação de jogadas e finalizações.


Já o Operário que buscava na escalação de Silvinho concentrar suas jogadas pelos lados do campo, pouco conseguiu ser efetivo nessa possibilidade.


E para complicar ainda mais as coisas para o lado do Operário, o volante André Lima foi expulso pelo árbitro Diego Pombo Lopez. Lembrando que o atleta recebeu um primeiro cartão amarelo minutos antes da jogada crucial.


Para a etapa final, o Operário voltou com Lucas Mendes no lugar de Silvinho com o objetivo de fortalecer o aspecto defensivo da equipe após a expulsão.

(Foto: Morgana Oliveira | CSA).

O CSA tentava rodar a bola pelo meio-campo buscando abrir o setor defensivo do Operário. Mas, quando chegava ao gol do Fantasma pecava na finalização, ou parava em boas defesas do goleiro Vanderlei.


Javier Reina e Marcelo Oliveira mais uma vez tiveram atuações abaixo do esperado pela torcida. Ambos não conseguiram "ditar" o ritmo de jogo do Operário.


Com o passar do tempo, o Fantasma percebeu que diante das circunstâncias do jogo, com um jogador a menos e gramado pesado em razão da chuva, o resultado de empate era favorável.


O CSA tentou até o fim sair com a vitória diante da torcida, mas, o resultado não mudou e ficou no 0 a 0.


O que vem por aí...


O Operário Ferroviário volta à campo no próximo sábado, 21, para enfrentar o Ituano, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. O jogo tem início às 11 horas.


A CBN Ponta Grossa transmite ao vivo a partir das 10 horas.


FICHA TÉCNICA


CSA 0X0 OPERÁRIO


Estádio: Rei Pelé, em Maceió (AL).

Arbitragem: Diogo Pombo Lopez (BA), auxiliado por Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA). O árbitro de vídeo é Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG), com assistência de Frederico Soares Vilarinho (MG).

Cartões amarelos: Osvaldo (4 do 2º T,) e Diego Renan (15 do 2º T); Thales (31 do 2º T).

Cartão vermelho: André Lima, aos 38 do 1º T.


CSA: Marcelo Carné; Lucas Marques, Werley, Lucão e Diego Renan (Ernandes); Giva Santos (Yann Rolim), Gabriel e Didira (Igor); Lourenço (Luiz Henrique), Bruno Mezenga (Rodrigo Rodrigues) e Osvaldo. Técnico: Mozart.


Operário: Vanderlei; Arnaldo (Thomaz), Thales, Reniê e Fabiano; André Lima, Marcelo (Giovanni Pavani), Ricardinho e Reina (Felipe Garcia); Silvinho (Lucas Mendes) e Paulo Sérgio (Júnior Brandão). Técnico: Claudinei Oliveira.