top of page
  • Ricardo Silveira

Comissão da Federação Paranaense afasta árbitro de partida do Operário

Eduardo da Silva Silveira marcou um pênalti considerado inexistente a favor do Londrina

Eduardo da Silva Silveira, segura a bola do jogo. (Foto: Ricardo Chicarelli/ Londrina EC).

O clássico do interior segue rendendo. Nesta sexta-feira, 27, a Comissão de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol (FPF), por meio de nota confirmou o afastamento por tempo indeterminado do árbitro Eduardo da Silva Silveira. Ele assinalou um pênalti considerado inexistente a favor do Londrina na vitória da equipe diante do Operário na quinta-feira, 26.


O lance


O Operário vencia o clássico pelo placar de 2 a 1, quando aos 24 minutos o lateral do Londrina, Felipe Vieira dividiu com Sávio, caindo na sequencia. O árbitro marcou pênalti e ainda aplicou o cartão amarelo para o zagueiro Paulo Sérgio por reclamação.


Nas imagens da Nsports - serviço de streaming que transmite a competição - a falta acontece fora da área.


Nota na íntegra:


A Comissão de Arbitragem da Federação Paranaense de Futebol resolveu afastar, por tempo indeterminado, o árbitro da partida entre Londrina x Operário, ocorrida no dia 26/01/2023, em razão do equívoco de interpretação ao sinalizar um tiro penal a favor da equipe mandante aos 24' minutos do segundo tempo.

O árbitro será inserido no Programa de Desenvolvimento da Arbitragem, da Escola de Árbitros da Federação Paranaense de Futebol.

bottom of page