top of page
  • CBN Ponta Grossa

Consulta popular define prioridades no orçamento de Ponta grossa

Qualquer pessoa tem até o dia 27 de julho para encaminhar sugestões de itens prioritários para investimentos no setor público.

Foto: Thailan Jaros/CBN Ponta Grossa

A consulta popular que vai definir as prioridades do orçamento do município para o ano que vem está disponível no site da prefeitura. Qualquer pessoa tem até o dia 27 de julho para encaminhar sugestões de itens prioritários para investimentos no setor público.


O resultado da consulta será discutido para fazer parte da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), o instrumento que estabelece as metas e prioridades da administração para o exercício de 2023.


A LDO é uma ferramenta legal do orçamento público que deve estar alinhada com as definições do Plano Plurianual do período 2022-2025 e serve como base para a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA), que é o orçamento público que será utilizado para o próximo ano pela Administração Municipal.


No ano passado, as principais indicações da população para a LDO foram na Saúde e Pavimentação, o que direcionou mais orçamento para estas áreas neste ano. Além da consulta no site, a prefeitura também distribuiu formulários impressos nos Centros de Educação Infantil e Escolas Municipais e na Praça de Atendimento do Paço Municipal.


Para participar da consulta, a população deve acessar o site da prefeitura e preencher o nome, a rua e o bairro em que mora e indicar até cinco prioridades. Entre as escolhas estão serviços e atendimento on-line, os programas Feira Verde e Mercado da Família, Saúde, Educação, Pavimentação e Asfalto e Saneamento Básico.


Além de Esporte e Lazer, Transporte Coletivo, Capacitação e Inovação, Trabalho e Renda, Turismo, Meio Ambiente, Coleta de Lixo, Trânsito e Mobilidade Urbana, Segurança Pública, Iluminação, Cultura e Ação Social.


No site, a população também pode sugerir outras prioridades ou sugestões que não estão no formulário. As informações levantadas na consulta pública serão consolidadas na apresentação em audiência na Câmara de Vereadores, no dia 29 de julho.

bottom of page