• Redação

Copel Telecom é vendida por R$ 2,40 bilhões em leilão

Conforme o Governo do Paraná, o valor arrecadado retornará ao caixa da Copel e vai ampliar os investimentos da estatal na distribuição, transmissão e geração sustentável de energia

De acordo com o governador Ratinho Junior, o Estado prepara outros leilões. Reprodução/Rodrigo Felix Leal
De acordo com o governador Ratinho Junior, o Estado prepara outros leilões. Reprodução/Rodrigo Felix Leal

A Copel Telecom, braço de telecomunicação da Companhia Paranaense de Energia (Copel), foi vendida nessa segunda-feira (09), em São Paulo. Foi a primeira privatização do Paraná em 20 anos.


Quatro investidores disputaram o leilão de privatização e a empresa foi arrematada por cerca de R$ 2,40 bilhões, superando o preço mínimo de quase R$ 1,4 bilhão estipulado para 100% das ações.


Conforme o Governo do Paraná, o valor arrecadado retornará ao caixa da Copel e vai ampliar os investimentos da estatal na distribuição, transmissão e geração sustentável de energia.


A Copel Telecom é líder do mercado de fibra ótica no Paraná, com cerca de 170 mil clientes. O processo de venda deve ser finalizado até metade do ano que vem, depois de análise da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).


De acordo com o governador Ratinho Junior, o Estado prepara leilões de outros setores. Empresas estatais como a Compagas e a Estrada de Ferro Paraná Oeste (Ferroeste) estão em estudo para a privatização.


Ouça o áudio da notícia: