• Thailan Jaros

CPI finaliza relatório e pede suspensão imediata de contrato do EstaR Digital em PG

De acordo com a CPI, as provas juntadas pela comissão serão enviadas para a justiça.

Foto: Câmara Municipal de Ponta Grossa

A Comissão Parlamentar de Inquérito que investigou os contratos do EstaR Digital de Ponta Grossa apontou crimes de improbidade administrativa, fraude e direcionamento na licitação de contratação do Estacionamento Rotativo da cidade.


O relatório final da investigação foi protocolado na semana passada pelos integrantes da CPI. Segundo o documento, os parlamentares identificaram irregularidades no processo licitatório.


Ouça a reportagem


Notas de retorno


Prefeitura de Ponta Grossa


"Sobre o relatório, a Prefeitura informa que já recebeu o documento e que irá proceder com a análise do mesmo."


Ex-vereador Walter Jose de Souza (Valtão)


"A conclusão da CPI é equivocada, não consta no depoimento do ex vereador Walter José de Souza prestado no GAECO de que ele tenha confessado ou afirmado que recebeu propina ou qualquer valor para modificar o resultado do relatório da CPI da qual foi relator."


Empresa Cidatec



"A Cidatec Tecnologia e Sistemas, empresa prestadora do serviço Estar Digital em Ponta Grossa, comunica:


Estamos seguros com relação a legalidade do contrato entre a empresa e Município de Ponta Grossa e a prestação de serviços com os mais avançados e atualizados recursos tecnológicos, cumprindo sempre com suas obrigações.


O que sentimos profundamente é pela maculação de nosso nome diante à sociedade pontagrossense. Esta que sempre foi o pilar de nossa missão e valores, e centro de nossos objetivos - de levar avanços tecnológicos ao acesso da população, facilitando o seu dia a dia e tornando mais práticas as atividades cotidianas."