• Ricardo Silveira

Em 12 minutos, Operário perde para o líder Coritiba

Fantasma voltou desligado no segundo tempo e Coxa definiu o jogo logo no início do segundo tempo

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Foram duas vitórias consecutivas, mas na noite desta quarta-feira, 3, o Operário não correspondeu as expectativas da torcida e foi derrotado por 3 a 1 pelo Coritiba, no estádio Couto Pereira. O líder da competição marcou seus gols nos 12 primeiros minutos do segundo tempo.


O jogo


O Operário começou bem a primeira metade da etapa inicial, buscou o ataque e em alguns momentos levou perigo ao gol adversário.


Porém, a partir daí o Coritiba reverteu o cenário, dominou as ações de ataque e somente não abriu o placar no primeiro tempo, porque a arbitragem sinalizou impedimento do zagueiro Henrique que mandou para as redes do Fantasma.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

No intervalo, o técnico Ricardo Catalá bastante elogiado nos jogos anteriores com suas alterações, contrariou os elogios da torcida. Optou pela saída de Rafael Longuine, único jogador de criação para a entrada de Rodrigo Pimpão, jogador de ataque. O Fantasma que não criava ficou sem jogadores para executar a função.


Já o Coritiba, aproveitou a fragilidade do setor de meio-campo do Operário e construiu rapidamente sua vitória. Logo aos 2 minutos, Luciano Castán de cabeça abriu o placar. Pouco depois aos 7, Waguinho recebeu na entrada da área, chutando cruzado para ampliar para os donos da casa.


E aos 11 minutos, o atacante Léo Gamalho recebeu passe de Waguinho e marcou o terceiro para o Coritiba.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

O Operário após o "apagão" inicial buscou se reorganizar e evitar uma goleada histórica. Porém, insistiu em jogadas pelos lados do campo principalmente acionando o atacante Thomaz Santos.


E foi dele a jogada pela esquerda que resultou em cruzamento no área para Felipe Garcia cabecear no contra pé do goleiro Wilson.


Alan e Rafael Chorão entraram após os 30 minutos e conseguiram apresentar uma boa dinâmica de jogo, mas era tarde de mais e o Operário foi superado pelo Coritiba, interrompendo a sequência de vitórias.


O que vem por aí...


O Operário volta a campo no próximo sábado, 6, para enfrentar o Goiás, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. A bola rola a partir das 18h30.


Para o confronto o técnico Ricardo Catalá terá o retorno do lateral esquerdo Fabiano que cumpriu suspensão contra o Coritiba.


FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE B

CORITIBA 3x1 OPERÁRIO

ESTÁDIO: Estádio Couto Pereira, em Curitiba

ARBITRAGEM: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI) auxiliado por Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI); VAR: Adriano Milczvski (PR)

GOLS: Luciano Castán (CTB) aos 2′, Waguininho (CTB) aos 7′, Léo Gamalho (CTB) aos 12′ e Felipe Garcia (OPE) aos 19 minutos; todos no 2º tempo.

CARTÕES AMARELOS: Natanael e Waguininho (CTB); Leandro Vilela, Felipe Garcia e Rodrigo Pimpão (OPE)


CORITIBA: Wilson; Natanael (Matheus Alexandre), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Matheus Sales (Gustavo Bochecha) e Rafinha (Robinho); Waguininho (Gui Azevedo), Igor Paixão (João Vitor) e Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo


OPERÁRIO: Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Reniê e Odivan (Guedes); Leandro Vilela (Rafael Chorão), Marcelo e Rafael Longuine (Rodrigo Pimpão); Thomaz Santos, Felipe Garcia (Alan) e Paulo Sérgio (Gustavo Coutinho). Técnico: Ricardo Catalá