top of page
  • CBN Ponta Grossa

Em um mês, "gripário" no Oscar Pereira realiza mais de 12 mil atendimentos

O ginásio foi aberto no dia 24 de janeiro exclusivamente para atendimento de casos respiratórios leves.

Foto: Thailan Jaros/CBN Ponta Grossa

Em um mês, mais de 12.500 pessoas foram atendidas no “gripário” do Ginásio Oscar Pereira, em Ponta Grossa. O ginásio foi aberto no dia 24 de janeiro exclusivamente para atendimento de casos respiratórios leves.


A Fundação Municipal de Saúde decidiu centralizar esse tipo de atendimento devido ao aumento da procura em todo o sistema de saúde no início deste ano. A medida tem o objetivo de desafogar os demais pontos de atendimento.


Dos testes para a Covid-19 feitos no Centro de Atendimento de Sintomas Respiratórios, 42% foram positivos. Mas os números vêm diminuindo nas últimas semanas. A média de pessoas atendidas na semana passada foi de 458. Foi a primeira semana com média abaixo dos 500 atendimentos desde a abertura do local.


Na semana anterior, foram 520 atendimentos em média. A semana do dia 31 de janeiro a quatro de fevereiro registrou 670 atendimentos por dia, em média. O total passou de 3.330.


O Centro de Atendimento de Sintomas Respiratórios realiza acolhimento, testagem, medicação e recomendação de isolamento dos casos suspeitos e confirmados da Covid-19. Conforme a Fundação, também são realizadas coletas de testes rápidos para contatos de casos positivos.


A estrutura deve ficar instalada no Oscar Pereira por mais um mês, de acordo com a Fundação.


Qualquer caso de sintomas respiratórios leves, a população pode procurar o Centro de Atendimento de Sintomas Respiratórios, no Ginásio Oscar pereira, mas também pode procurar uma Unidade Básica de Saúde que esteja aberta.


Conforme a Fundação, 17 Unidades estão com os atendimentos suspensos por conta desse aumento da procura e também da quantidade de servidores que estão afastados.


Nas Unidades também são feitos atendimentos de grávidas, puericulturas de alto risco, renovação de receitas controladas e Hiperdia, curativos, dispensação de contraceptivos e outros medicamentos e Vacinas de rotina.


Quem tiver sintomas moderados ou graves deve procurar uma Unidade de Pronto Atendimento.


Essa diminuição nos atendimentos e também dos casos positivos acompanha a situação da pandemia no município. De acordo com a Fundação Municipal de Saúde, os números da média móvel baixaram 37.9 % em Ponta Grossa nos últimos 14 deias.

Comments


bottom of page