• Redação

Empresários de PG estão otimistas com vendas de dia dos namorados, aponta pesquisa

A expectativa é de um aumento nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado.

Empresários e consumidores estão otimistas com o desempenho do varejo para o Dia dos Namorados em Ponta Grossa. A expectativa é de um aumento nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado.


É o que aponta uma pesquisa contratada pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap).


De acordo com o levantamento, 58% dos comerciantes de Ponta Grossa têm a expectativa de vendas superior ou igual à registrada no ano passado. Já entre os consumidores, 65% pretendem gastar o mesmo valor ou mais do que em 2020.


Com relação aos presentes, os consumidores de Ponta Grossa vão comprar roupas, perfumes/cosméticos, chocolates, flores e calçados. Cerca de 40% dos entrevistados acreditam que as vendas serão maiores que no ano passado em todo o Paraná.


A Pesquisa foi realizada pela empresa Datacenso entre os dias 20 e 27 de maio. A margem de erro é de 3% para os consumidores e 4% para os comerciantes, considerando grau de confiança de 95%.


Onde comemorar


A pesquisa FACIAP/ACIPG mostra também que a maioria dos consumidores no Estado (80%) pretende comemorar a data em casa, uma minoria (13%) pretende ir a um restaurante. Para os demais, a comemoração será feita por meio de um telefonema, uma videochamada, em um hotel, motel ou numa viagem.


Entre os principais presentes que os consumidores pretendem comprar para o Dia dos Namorados estão: roupas, seguido de perfume/cosméticos, almoço/jantar, chocolates e flores. Analisando por gênero, o percentual de roupas é maior no feminino, e de flores e joias no masculino.


Empresários confiantes


O entusiasmo do empresário em relação à atual situação econômica do Brasil e à situação financeira dos clientes para os próximos seis meses aumentou 10 pontos e ficou em 135 pontos, numa escala que vai de 0 a 200. Em abril o Índice de Confiança do Comerciante era de 125 pontos, o que significa que os comerciantes continuam preocupados com a situação atual, mas com o passar dos dias estão mais confiantes.


Ouça: