• Thailan Jaros

Empresa de tecnologia solicita doação de área no Parque Ecotecnológico de Ponta Grossa

O pedido foi feito nesta nesta sexta-feira (21) à prefeitura do município.

Foto: prefeitura de Ponta Grossa

Uma empresa da área de tecnologia solicitou a doação de uma área no Parque Ecotecnológico Professor Sérgio Escorsim, em Ponta Grossa, para instalar uma uma aceleradora de startups.


O pedido foi feito nesta nesta sexta-feira (21) à prefeitura do município. O parque foi inaugurado em 2019 e é destinado para a instalação de incubadoras tecnológicas em um único espaço para a atuação de setores de tecnologia e pesquisa.


Segundo a administração pública, a aceleradora de startups deve investir inicialmente cerca de R$ 10 milhões e gerar 400 oportunidades de trabalho. A prefeitura agora vai avaliar o pedido.


De acordo com a empresa, o formato da aceleradora ainda passa por estudos, mas a intenção é abrigar aproximadamente 50 empresas do setor de tecnologia nos 20 mil metros quadrados que foram solicitados.


Conforme a prefeitura, no ano passado foram formalizadas as doações de área para a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), o Instituto Federal do Paraná (IFPR) e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).


A secretaria de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional também mantém contato com outras empresas e instituições que já assinaram protocolos de intenções. A expectativa é que os empreendimentos forme um complexo chamado de "Cidade do Conhecimento".