• Ricardo Silveira

ENTREVISTA: "Esse projeto tem o DNA paranaense, mas é uma solução nacional", diz Fagundes

Coordenador do Plano Ferroviário do Paraná falou em entrevista à CBN

Em entrevista à CBN nesta terça-feira (03) o coordenador do Plano Ferroviário do Paraná, Luiz Henrique Fagundes, falou do andamento do projeto da Nova Ferroeste. "Estamos avançando com esse importante projeto, agora entra a fase das audiências públicas", diz Fagundes.


Entre os dias 16 e 27 de maio acontecem sete audiências públicas da Nova Ferroeste, que vai ligar Maracaju, no Mato Grosso do Sul, a Paranaguá, no Litoral do Paraná. Elas foram solicitadas pelo Ibama e publicadas no Diário Oficial da União.


O município de Dourados, no Mato Grosso do Sul, dá início aos encontros com a sociedade, nos quais vão ser discutidos pontos importantes do projeto, seguido por Guaíra, Cascavel, Paranaguá, São José dos Pinhais, Guarapuava e Irati, todas no Paraná.


A escolha do Ibama levou em conta a disposição geográfica dos municípios ao longo do traçado e as interferências ambientais.


A Nova Ferroeste vai percorrer 49 municípios, sendo oito no Mato Grosso do Sul e 41 no Paraná. Este será o segundo maior corredor de exportação de grãos e contêineres refrigerados do País, projeto pensado para o desenvolvimento econômico do Estado.


Entre os conteúdos abordados estão os resultados do Estudo de Impacto Ambiental, com mais de três mil páginas.


Ouça abaixo: