• Redação

Governo do Paraná assina memorando técnico com a Rússia para estudar vacina

Acordo foi formalizado nesta quarta-feira pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o embaixador da Rússia no Brasil, Sergey Akopov

Foto: Reprodução/AEN

O Paraná e a Rússia assinaram, nessa quarta-feira (12), um acordo para ampliar os estudos da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pelo instituto russo Gamaleia.


A assinatura do memorando de entendimento deve ampliar a cooperação técnica, as transferências de tecnologia e abre a possibilidade de realização de testes, produção e distribuição da vacina no Brasil.


Chamada de ‘Sputnik V’, a vacina foi a primeira contra a Covid-19 registrada no mundo. O acordo com o Paraná foi firmado por videoconferência com o governador Ratinho Júnior (PSD), representantes do governo do Estado, Ministério da Saúde e embaixada da Rússia.


Segundo o governo do Paraná, o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) será responsável por coordenar as ações no Estado e todos os estudos serão acompanhados pelo governo federal.


O próximo passo é a formação de um grupo de trabalho para conseguir a validação da vacina em território brasileiro. Para ser produzida no Brasil, as pesquisas e testes devem ser autorizadas pela Anvisa.


Ouça o áudio da notícia: