• Redação

Infectologista aponta cuidados para garantir eficácia das máscaras de tecido


O uso das máscaras de tecido pela população como método de prevenção da Covid-19 é recomendado pelo Ministério da Saúde desde o mês de abril. No Paraná, elas são obrigatórias por lei, em espaços públicos e de uso coletivo.


Diante dessa realidade, é importante estar ciente quanto aos cuidados com item de proteção. O médico infectologista, Pedro Compasso, destaca que o tecido da máscara deve ser eficiente como barreira contra o vírus e não prejudicar a respiração.


O infectologista comenta alguns pontos que a pessoa deve considerar no momento de comprar a mascara de tecido.


Os órgãos de saúde não orientam o compartilhamento da máscara ou permanecer com o mesmo item por mais de duas horas. Compasso explica como as pessoas podem manter a eficácia do equipamento no dia a dia.


Ao fazer a troca é preciso pegar a máscara pelo elástico ou laço, nunca pela frente para não correr o risco de contaminar o material. 


Ainda é válido ressaltar que apesar do papel benéfico das máscaras para controlar a disseminação da Covid-19, ela não substitui o distanciamento físico e o ato de lavar as mãos várias vezes ao dia.


Imagem: Agência Brasil/Divulgação


Ouça a entrevista:


Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

Ponta Grossa - PR

Ligue

Fone: 42 - 3028 1300

Whats: 42 9 9994 1011