top of page
  • CBN Ponta Grossa

Júri de PG condena por homicídio dois homens pela morte de uma mulher trans em 2020

A ofendida era uma mulher transsexual que trabalhava como garota de programa. Um dos réus foi sentenciado a 23 anos de reclusão e o outro a 6 anos.

Foto: Divulgação

O Tribunal do Júri de Ponta Grossa, nos Campos Gerais, condenou por homicídio dois homens denunciados pelo Ministério Público do Paraná pela morte de uma mulher em dezembro de 2020. A ofendida era uma mulher transsexual que trabalhava como garota de programa. Um dos réus foi sentenciado a 23 anos de reclusão e o outro a 6 anos.


Segundo as apurações do caso, a vítima e uma amiga teriam sido contratadas para fazer programa com os denunciados, na madrugada do dia 3 de dezembro de 2020. Após sua amiga deixar o local, a vítima enviou mensagens reportando que estava com medo. Depois disso, nunca mais foi vista. De acordo com as investigações, na tarde do mesmo dia, um dos homens teria utilizado o celular da vítima para enviar mensagens passando-se por ela, na tentativa de despistar o crime cometido.


Apesar de o corpo da vítima nunca ter sido encontrado, o Ministério Público do Paraná sustentou a existência de materialidade e autoria, imputando os crimes aos réus.


Na sessão do Júri, ocorrida nessa quinta-feira (15), o Conselho de Sentença condenou os dois réus pela prática de homicídio, atribuindo àquele que fizera programa com a vítima duas qualificadoras e outros três crimes (furto, falsa identidade e ocultação de cadáver).


Das Assessorias

Comments


bottom of page