top of page
  • CBN Ponta Grossa

Jogador do São Bernardo relata injúria racial em jogo contra Operário

Jogo ficou paralisado por sete minutos para registro da ocorrência; No fim da partida, criança foi atingida por uma garrafa de água arremessada por um jogador.

Foto: André Jonsson/ OFEC

O lateral-direito do São Bernardo Futebol Clube Jeferson relatou que foi vítima de injúria racial no jogo contra o Operário Ferroviário nesse domingo (06), no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. O atleta procurou a arbitragem para afirmar que estava sendo chamado de “macaco” por um torcedor.


A confusão começou aos 49 minutos do segundo tempo. Conforme o relatório da arbitragem, a injúria racial teria vindo da torcida do Fantasma. O jogo ficou paralisado por sete minutos e terminou com o placar de um a zero para o Operário.


No fim da partida, os jogadores do São Bernardo saíram irritados do campo. O zagueiro Matheus Salustiano arremessou um copo d'água em direção à torcida, que atingiu uma criança. O caso foi relatado à Polícia Militar pelo pai da vítima.


O jogador do São Bernardo fez um boletim de ocorrência ainda no estádio. De acordo com a Polícia Militar, ainda não foi possível identificar o fato ou o autor do xingamento através das análises preliminares do campo. O Operário Ferroviário disponibilizou o acesso às câmeras de monitoramento do estádio Germano Krüger.


A Polícia Civil deve abrir inquérito para investigar a ocorrência. Em nota, o Operário afirmou que repudia todo e qualquer ato de injúria racial e discriminação. O Clube destacou que preza pelo espaço e respeito a todos e reforçou o compromisso de investigar o ocorrido para responsabilizar eventuais contraventores.


Segundo a nota, se confirmada qualquer situação atípica, a diretoria vai tomar as devidas providências. Já o São Bernardo também repudiou o fato e destacou que espera que as medidas sejam tomadas.

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page