• Redação

Mais de 7 mil testes RT-PCR já foram realizados em Ponta Grossa nos últimos cinco meses

Segundo o Boletim Epidemiológico Especial do Ministério da Saúde, o Paraná é o segundo estado que mais realiza o PCR no Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo

Exame RT-PCR, indicado para detectar o novo coronavírus. Foto: Reprodução/Agência Brasil
Exame RT-PCR, indicado para detectar o novo coronavírus. Foto: Reprodução/Agência Brasil

Mais de 7 mil testes RT-PCR para detectar o novo coronavírus foram realizados em Ponta Grossa nos últimos cinco meses.


Esse tipo de exame, conhecido como padrão ouro, é coletado no município e enviado ao Laboratório Central do Paraná (Lacen) ou laboratórios credenciados para o diagnóstico.


Segundo o Boletim Epidemiológico Especial do Ministério da Saúde, o Paraná é o segundo estado que mais realiza o PCR no Brasil, ficando atrás apenas de São Paulo.


Desde o começo da pandemia, foram mais de 530 mil amostras examinadas em todo o Estado. O secretário de saúde do Paraná, Beto Preto, fala sobre a importância do teste.


Ouça abaixo


Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, o Lacen consegue fazer até 600 testes por dia. Além disso, parcerias com o governo e laboratórios privados podem realizar mais diagnósticos dos exames no Paraná.


Ouça o áudio da notícia: