• Redação

MON leva exposição de Vilanova Artigas a Ponta Grossa

O Museu Campos Gerais (MCG) está recebendo a exposição “Artigas, nos Pormenores um Universo” do arquiteto João Batista Vilanova Artigas (1915-1985). A mostra itinerante faz parte do catálogo do Museu Oscar Niemeyer (MON) e foi aberta nessa quinta-feira (26).


Os visitantes podem conhecer a exposição em um tour 360º por imagens e a partir do dia 1°, através de passeios guiados. De acordo com a direção do Museu Campos Gerais, as visitas vão acontecer uma vez por dia para grupos de cincos pessoas e devem ser agendadas no site Museu Campos Gerais.


Na mostra, sete obras em maquetes do arquiteto podem ser conhecidas pelos visitantes:


A Casa Mendes André, 1° Casa do arquiteto (Casinha); Casa Baeta, Segunda Casa do arquiteto; Escada Caracol da Casa Bettega; Pilar do Anhembi Tênis Clube e Pilar da Estação Rodoviária de Jaú.


Vilanova Artigas

Nascido em Curitiba, em junho de 1915, João Batista Vilanova Artigas mudou-se para São Paulo e se formou arquiteto pela Escola Politécnica da USP, em 1937. Foi fundador da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, em 1948, na qual liderou, mais tarde em 1962, um movimento para a reforma de ensino que influenciou outras faculdades de arquitetura no Brasil. Foi bolsista da John Simon Guggenheim Foundation em 1947. Militante dos movimentos populares no Brasil, foi perseguido pela ditadura militar, tendo sido expulso da Universidade em 1969, juntamente com outros professores brasileiros. Sua obra foi duas vezes premiada internacionalmente pela União Internacional de Arquitetos - UIA (Prêmio Jean Tschumi - 1972 e Prêmio Auguste Perret – 1985, este póstumo).


Ouça o áudio da notícia: