• Redação

O Paraná tem insumos suficiente para vacinar população, diz Ratinho Junior

Governador visitou o complexo onde estão armazenados os insumos para imunização.

O Governador Carlos Massa Ratinho Junior disse nessa quarta-feira (13), que o Paraná conta com insumos suficientes para vacinar profissionais de saúde e comunidades indígenas isoladas na primeira etapa da imunização contra a Covid-19.


Ouça abaixo


A declaração foi dada durante uma visita aos complexos onde estão os estoques dos chamados insumos secos (agulhas, seringas, máscaras, luvas, aventais e algodão, entre outros itens).

Ontem (13), a Anvisa comunicou que deve decidir no domingo (17), sobre a autorização emergencial de vacinas no País. O governador reforçou que o Paraná mantém o objetivo de seguir o Plano Nacional de Imunização (PNI) elaborado pelo Governo Federal.


Ouça abaixo


Segundo Ratinho, o governo do Estado também pode comprar outras vacinas autorizadas pela Anvisa.


Ouça abaixo


Com a aprovação do uso emergencial, o Paraná deve receber parte de 2 milhões de vacinas que serão importadas do Instituto Serum, um dos centros da AstraZeneca para a produção da vacina, na Índia. As doses deverão ser as primeiras aplicadas junto com a Coronavac/Butantan.


Visita

A primeira parte da visita foi às instalações do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba. É lá que está armazenada a maioria dos insumos. O Ginásio do Tarumã, cedido pela Paraná Esporte, funciona como ponto de apoio. Ratinho Junior destacou que a distribuição deste conjunto de material para as 22 Regionais de Saúde do Estado vai começar imediatamente. O transporte será feito por meio de quatro caminhões com baús refrigerados e monitorados por satélite e, se necessário, também por três aviões da Casa Militar do Estado


Grupo prioritário

No Paraná, de acordo com a Secretaria de Saúde, o grupo prioritário é formado por cerca de 90 mil profissionais da linha de frente do combate à Covid-19, 10 mil índios acima de 18 anos mapeados em comunidades isoladas de 30 municípios do Estado e 10 mil idosos que vivem em asilos e casas de repouso.


Estoque

- 11 milhões de seringas já adquiridas;

- Registro de preço para aquisição de 16 milhões de seringas;

- 21 câmaras frias já adquiridas e 180 em processo de aquisição;

- Contratação de 31 câmaras frias para armazenamento em parceria com o governo federal;

- 1.850 salas de vacinação aptas, em estratégia com os municípios;

- Possibilidade de ampliação de locais de vacinação com a estratégia extramuros;

- R$ 200 milhões na LOA 2021 (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para aquisição de vacinas;

- Abertura de processo de compra de agulhas;

- R$ 22 milhões para aquisição de EPIs: máscaras, luvas, gorros, avental, algodão;

- Freezers (produção de gelo) e equipamentos de ar-condicionado já adquiridos;

- 4 contêineres refrigerados de 40 pés para armazenamento de 100 mil doses de vacinas cada no Cemepar;

- 17 ª Regional de Saúde já locou um contêiner de 20 pés para armazenamento de 50 mil doses de vacina;

- 4 caminhões refrigerados para distribuição de vacinas e possibilidade de aquisição de novos veículos;

- Perspectiva de implantação de câmaras modulares para armazenamento de frios nas 22 Regionais de Saúde.


Imagem: Jonathan Campos/AEN





0 comentário

Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

- Ponta Grossa

- Paraná

- Brasil 

Ligue

Fone: (42) 3028-1300

Whats: (42) 99994-1011 

Email

jornalismo@cbnpg.com.br

Contato Comercial

opec@cbnpg.com.br