• ricardosilveira93

Operário é eliminado em casa do Paranaense

Fantasma ficou no empate com o Londrina no estádio Germano Krüger



Foto: André Jonsson/OFEC

Jogando no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, o Operário Ferroviário foi eliminado nesta terça-feira, 6, do Campeonato Paranaense. A equipe ficou no empate por 1 a 1 com o Londrina e deixou a competição nas semifinais. No confronto de ida em Londrina, o Tubarão venceu por 1 a 0.

O jogo

O primeiro tempo foi de pouca emoção, com ambas as equipes cautelosas nas investidas ao ataque. Sem contar o nervosismo nas raras tentativas de gol.

Para a etapa final, o Operário voltou com uma postura diferente. A entrada de Marcelo no lugar de Rodolfo Filemon, deu mais ritmo ao Fantasma que criou inúmeras oportunidades de gol.

Mas, no futebol tem o ditado de que não faz leva e foi o que aconteceu. Aos 17 minutos, após cobrança de escanteio, Salatiel subiu mais que a zaga do Operário e de cabeça abriu o placar para o Londrina.

Atrás no marcador o Operário foi para o tudo ou nada. Aos 42 minutos veio a esperança para o torcedor do Fantasma. Felipe Garcia recebeu passe de Rafael Oller e empatou o jogo no Germano Krüger.

A partir daí somente pressão. Até o goleiro Simão foi para a área tentar o gol para o Operário.

O empate favoreceu o Londrina que aguarda o classificado de FC Cascavel e Athletico que se enfrentam na outra semifinal. As datas ainda serão definidas pela Federação Paranaense de Futebol.

FICHA TÉCNICA

CAMPEONATO PARANAENSE – SEMIFINAL

OPERÁRIO 1x1 LONDRINA

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa Arbitragem: Rodolpho Toski Marques (Quatro Barras) auxiliado por Zacarias Chumlhak (Guarapuava) e Tom Gomes Rocha (Curitiba)

Cartões amarelos: Rodolfo Filemon, Fábio Alemão, Odivan e Alex Silva (Operário); Luan Marchiori, Lucas Costa, Zé Pedro e Felipe Vieira (Londrina)

Gols: Salatiel (Londrina) aos 17’ e Felipe Garcia (Operário) aos 42’, ambos do 2° tempo

OPERÁRIO: Simão; Alex Silva, Odivan, Rodolfo Filemon (Marcelo) e Djalma Silva; Fábio Alemão, Leandro Vilela (Rafael Oller) e Tomás Bastos (Leandrinho); Jean Carlo (Thomaz Santos), Felipe Garcia e Schumacher (Pedro Ken). Técnico: Matheus Costa

LONDRINA: Dalton; Luan Marchiori (Bidia), Lucas Costa, Zé Pedro e Felipe Vieira; Pedro Cacho, Matheus Bianqui (Wllian Correia) e Danilo (Celsinho); Douglas Santos (Salatiel), Juan Matos e Orobó. Técnico: Roberto Fonseca