top of page
  • Ricardo Silveira

Operário volta a vencer e encerra invencibilidade do Athletico

Fantasma venceu com dois gols de Marcelo oliveira

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Foram quatro jogos sem vencer (três empates e uma derrota). E o reencontro com as vitórias do Operário Ferroviário no Campeonato Paranaense foi em grande estilo. A Fantasma venceu neste domingo, 27, o Athletico Paranaense em plena Arena da Baixada, em Curitiba.


De quebra, o Operário encerrou a invencibilidade do Furacão, até então único invicto do Estadual.


O jogo


Para o confronto, o técnico do Operário, Ricardo Catalá optou por uma formação diferente. O 4-4-2 foi determinante nos primeiros 45 minutos, com uma equipe mais compacta e com dinâmica no setor de meio-campo.


Foram várias as jogadas rápidas com troca de passes entre Giovani Pavani, Reina e Marcelo Oliveira. Leandro Vilela, até então único volante da equipe, também apresentou bom poderio de ataque.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

O Operário abriu o placar aos 17 minutos, após bom contra-ataque a bola sobrou na direita para Lucas Mendes, passou para Pavani que dominou e rolou para Marcelo Oliveira finalizar para as redes.


O Athletico tentava em jogadas pelos lados do campo, acionando o lateral Pedrinho e o atacante Carlos Eduardo. Mas, na maioria das tentativas eram neutralizadas pelo setor defensivo do Fantasma.


Aos 33 minutos, bola na área e o atacante Paulo Sérgio tentou o passe desviado pela zaga e na sobra novamente ele, Marcelo Oliveira chutou no canto baixo direito do goleiro Anderson ampliando para o Fantasma.


O Operário teve ainda aos 43 minutos chance clara para ampliar o marcador após boa troca de passes de Marcelo Oliveira e Paulo Sérgio, mas a bola foi para linha de fundo.

(Foto: André Jonsson/OFEC).

Para o segundo tempo, o Furacão buscou ter mais iniciativa por estar atrás no placas. Já o Fantasma, voltou diferente com postura mais defensiva, sem utilizar o meio-campo.


Em si, o segundo tempo foi fraco tecnicamente, com o Athletico tendo muitas dificuldades na criação, ora pela boa imposição defensiva do Operário, e em outros momentos por pura falta de inspiração de seus jogadores.


O Operário também caiu de rendimento, concidentemente a partir do momento que voltou a atuar com três atacantes após a entrada de Rodrigo Pimpão. O Fantasma abusava de ligações diretas da defesa ao ataque e explorava os lados de campo.


Quando o jogo caminhava para o final, o Athletico conseguiu diminuir com Juninho aos 51 minutos. Ele recebeu na entrada da área e chutou no canto baixo esquerdo do goleiro Simão.


Fantasma na artilharia do Estadual


Com os dois gols marcados em Curitiba, o meio-campo Marcelo Oliveira chegou ao quinto gol no Paranaense e divide a artilharia da competição com Rômulo do Athletico.


O que vem por aí...


O Operário volta a campo no próximo domingo, 6, para enfrentar o Azuriz no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. A partida é válida pela última rodada da primeira fase do Estadual.


Em caso de vitória e empate entre Coritiba e Maringá, o Fantasma pode terminar a primeira fase em primeiro lugar, podendo decidir em casa até uma eventual decisão do Campeonato.


FICHA TÉCNICA


CAMPEONATO PARANAENSE

ATHLETICO 1x2 OPERÁRIO

Local: Estádio Joaquim Américo Guimarães, Curitiba-PR.

Arbitragem: Elvio Kertelt Legnani

Auxiliares: Bruno Fernando Aparecido Rohlinh e Geovany Jose Roncaratte

Cartões amarelos: Pablo Siles (CAP); Romário, Lucas Mendes, Marcelo, Reniê, Leandro Vilela, Giovanni Pavani, Simão e André Lima (OPE)

Gols: Juninho (CAP); Marcelo Oliveira (duas veses) (OPE)


ATHLETICO: Anderson; João Vialle, Luan Patrick, Lucas Fasson e Pedrinho (Vinicius Kauê); Pierre (Juninho), Pablo Siles e Jader (Lucas Halter); Carlos Eduardo, Davi (Daniel Cruz) e Bissoli. Técnico: Wesley Carvalho.


OPERÁRIO: Simão; Lucas Mendes, Thales, Reniê e Romário; Leandro Vilela (André Lima), Marcelo (Rodrigo Pimpão), Giovanni Pavani (Gustavo), Javier Reina (Lucas Vital) e Thomaz; Paulo Sérgio. Técnico: Ricardo Catalá.

Kommentare


bottom of page