• Redação

Paraná: Endividamento tem pequena elevação no mês de fevereiro

Pesquisa mostra que 89,2% das famílias possuíam algum tipo de dívida.

Os financiamentos de veículos e imobiliário foram os tipos de dívida com maior crescimento no mês de fevereiro entre os paranaenses. A variação foi de 7,6% para 10,1% no caso de carros e de 8,5% para 9,2% entre os que investiram na casa própria. Apesar da alta nos segmentos, o cartão de crédito ainda é o maior vilão e corresponde a 72% das dívidas da população.


Os dados são da pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR).


No geral, de janeiro a fevereiro, o endividamento dos paranaenses teve leve alta de 0,1% (de 89,1% para 89,2%) Já na comparação com o ano passado, caiu 0,5 pontos percentuais.


O estudo apresenta que as condições de pagamento pioraram pelo segundo mês consecutivo. As famílias com contas em atraso subiram de 26,3% em janeiro para 26,5% em fevereiro.


Análise por classe

Tradicionalmente com grande volume de dívidas, as classes A e B vêm buscando reduzir os gastos nos últimos meses. Em fevereiro, 92,7% das famílias com renda superior a dez salários mínimos estavam endividadas, ante 93,3% em janeiro. Por outro lado, o endividamento subiu entre as famílias de menor renda, passando de 88,2% em janeiro para 88,4% no mês passado.