• Redação

Paraná está em situação de emergência hídrica por causa da estiagem

Período de estiagem deve se estender pelo menos até setembro, criando um cenário de seca ao logo do outono e do inverno.

O Governo do Paraná decretou situação de emergência hídrica por 180 dias no Estado. O decreto publicado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) na última quinta-feira (07) permite agilizar processos e evitar que a população fique sem água por um longo período.


De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), o déficit de chuvas atingiu o Estado de forma generalizada em abril e o período de estiagem deve se estender pelo menos até setembro, criando um cenário de seca ao logo do outono e do inverno.

O decreto 4.626/2020 regulamenta e dá respaldo às empresas de água para tomar medidas de racionamento, equilibrando a distribuição entre todos os consumidores e regiões, permite o rodízio no abastecimento por até 24 horas.


O texto ainda encarrega a Secretaria da Agricultura e Abastecimento de implementar medidas de apoio aos agricultores visando a eficiência no uso da água nas atividades agropecuárias.


De acordo com o Simepar, a situação em Ponta Grossa é considerada como seca. A estimativa da Sanepar é de que, sem chuva, ainda seja possível manter o fornecimento de água regular no município até o fim do mês e existe a possibilidade de rodízio no município.


Foto: Agência Estadual de Notícias


Ouça o boletim:


Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

- Ponta Grossa

- Paraná

- Brasil 

Ligue

Fone: (42) 3028-1300

Whats: (42) 99994-1011 

Email

jornalismo@cbnpg.com.br

Contato Comercial

opec@cbnpg.com.br