• Redação

Paraná registra crescimento de trabalho remoto em julho

Os dados fazem parte de uma pesquisa do IBGE destinada a apurar os impactos da pandemia do coronavírus.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

No Paraná, o grupo de trabalhadores em atividade remota atingiu 504 mil no mês de julho, o número é 5,4% maior do que o verificado em junho.


Os dados fazem parte de uma pesquisa do IBGE destinada a apurar os impactos da pandemia do coronavírus. Os resultados estaduais foram tabulados pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes).

O volume indicado corresponde a 10,9% do total de pessoas ocupadas e não afastadas do trabalho no Paraná.


De acordo com o Ipardes, as pessoas que concluíram ensino superior predominam entre os trabalhadores que vêm atuando de forma remota. Na análise sobre os níveis de instrução do trabalhador paranaense, em conjunto com outros fatores, o rendimento médio alcançou R$ 2.261 reais no mês de julho.


A pesquisa do IBGE mostra que 459 mil pessoas deixaram de procurar emprego em julho no Paraná devido à pandemia ou à falta de trabalho na localidade. Além disso, 436 mil ocupados estavam afastados do trabalho e 136 mil deixaram de receber remuneração no mês.


Ouça a reportagem



0 comentário

Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

- Ponta Grossa

- Paraná

- Brasil 

Ligue

Fone: (42) 3028-1300

Whats: (42) 99994-1011 

Email

jornalismo@cbnpg.com.br

Contato Comercial

opec@cbnpg.com.br