top of page
  • Ricardo Silveira

Polícia Penal forma 13 apenados em curso de eletricidade predial do Senai em Ponta Grossa

Curso aconteceu na Penitenciária Estadual de Ponta Grossa – Unidade de Segurança (PEPG-US), como parte do programa “O Caminho da Profissão”. O curso teve uma carga horária total de 160 horas

Foto: Polícia Penal do Paraná

Treze custodiados da Penitenciária Estadual de Ponta Grossa – Unidade de Segurança (PEPG-US) concluíram o curso de auxiliar de eletricidade predial, oferecido pelo programa “O Caminho da Profissão”, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). O curso teve uma carga horária total de 160 horas.


Criado em 2006, o programa do Senai abre oportunidades de qualificação profissional e formação cidadã para jovens e adultos de baixa renda e desempregados. Além do curso de auxiliar de eletricidade predial, o projeto inclui cursos de manutenção predial, confecção e vestuário, marcenaria, mecânica industrial, produção de alimentos, além de serviços de panificação e automotivos.


Para o diretor adjunto da Polícia Penal do Paraná, Maurício Ferracini, essa conquista representa não apenas a aquisição de novas habilidades técnicas, mas é uma oportunidade de recomeço e reintegração social.


“Ações como esta possibilitam que os indivíduos que se encontram privados de liberdade saiam de um círculo vicioso de crimes e delitos e, assim, evitem um retorno para o sistema prisional. Esta é uma das funções do tratamento que é realizado hoje no sistema prisional do Paraná, não só custodiar a pessoa, mas trabalhar intensamente para que ela, ao sair deste ambiente, tenha um caminho”, disse.


O diretor da Penitenciária Estadual de Ponta Grossa, Bruno José Propst, destacou a importância da qualificação profissional como uma ferramenta para a reintegração social. "Eles mostraram determinação e comprometimento ao longo dessa jornada de capacitação. A qualificação profissional é fundamental para a reintegração social e tenho certeza de que eles estão prontos para enfrentar os desafios do mercado de trabalho”, afirmou.


O coordenador de Educação Profissional do Senai de Ponta Grossa, Ernesto Sountachi Junior, reforçou o compromisso da instituição com a formação profissional. “Ver o esforço e a dedicação deles ao longo dessas 160 horas de capacitação foi inspirador. O Senai acredita no poder transformador da educação e da formação profissiona”, enfatizou.

Comentarios


bottom of page