top of page
  • CBN Ponta Grossa

Prefeitura de Ponta Grossa recupera estrada que dá acesso ao Alagados, na zona rural do município

A localidade teve recentemente sérios problemas com as fortes chuvas, inclusive com a interdição de um trecho de cerca de 400 metros da principal via de acesso


A Prefeitura de Ponta Grossa, por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, tem intensificado os trabalhos de recuperação na estrada que dá acesso ao Alagados, na zona rural do município. A localidade teve recentemente sérios problemas com as fortes chuvas, inclusive com a interdição de um trecho de cerca de 400 metros da principal via de acesso.

 

“As fortes chuvas danificaram o solo e deixaram um trecho da estrada intrafegável”, relembra Bruno Costa, secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

 

Bruno explica que, devido à saturação do solo por causa do grande volume de chuva, somado ao intenso tráfego de veículos pesados, a Estrada Arichernes Carlos Gobbo, que dá acesso ao Alagados, foi uma das mais afetadas pelo mau tempo.

 

De acordo com o secretário, na maior extensão da via, alguns pontos afetados apresentaram a necessidade de reparos simples, como a recomposição do leito da via com cascalho e patrolamento. Porém, em um trecho de aproximadamente 400 metros, entre a Fazenda dos Sonhos até as proximidades do Rancho Capão do Meio, o tráfego precisou ser interditado.

 

Para resolver o problema foi preciso remover a camada de lama de cerca de 60 centímetros e fazer a recomposição do leito da estrada. Drenos e canaletas também foram feitos para a retirada de água da via, permitindo o avanço das obras. Somente neste ponto interditado foram utilizados 350 metros cúbicos de pedra rachão e 300 metros cúbicos de pedra bica corrida.

 

Os produtores da localidade reconhecem que, embora as chuvas tenham causado transtornos para os moradores, as ações da Prefeitura na recuperação das estradas evitaram problemas maiores. “Há muito tempo não se via tanta chuva como nos últimos meses. Teve lugar que ficou interditado, mas a gente entende que não é culpa da Prefeitura. As equipes têm nos amparado quando necessário”, conta Lourenço Zapotoczny, produtor rural.

 

Para Bianca Carraro, moradora da localidade, os transtornos devido ao grande volume de chuvas são inevitáveis e acabam impactando tanto na agricultura como no turismo da região. No entanto, ela reconhece o esforço das equipes em manter as condições ideais das estradas. “A estrada para nós é fundamental, tanto para o escoamento da safra e manutenção de maquinário quanto para o turismo da região. Felizmente a gente tem um atendimento sempre solícito por parte da Prefeitura. A gente está torcendo para que no ano que vem saia nossa tão sonhada pavimentação, aguardada há mais de 40 anos”, diz.

 

Na opinião de Elmir José Groff, também produtor rural da localidade, uma das dificuldades em relação às estradas é a formação do solo, que dificulta a conservação da via. “Enquanto não sai a pavimentação, ações como esta do Caminhos do Agro auxiliam bastante nós produtores. É um trabalho de continuidade para manter nossas estradas em boas condições até que saia a pavimentação”, conclui.

 

Apesar do volume de chuva ocorrido nos últimos meses, o secretário Bruno Costa ressalta que os problemas registrados nas vias rurais foram pontuais, e todos resolvidos rapidamente. As obras de restauração, manutenção e melhorias nas estradas foram realizadas por equipes do programa Caminhos do Agro, que recentemente completou mais de 350 km de estradas rurais recuperadas em Ponta Grossa.


Das Assessorias

Fotos: Divulgação

Comments


bottom of page