top of page
  • CBN Ponta Grossa

Queimadas em vegetação aumentam no início de julho em Ponta Grossa

As ocorrências de incêndios em vegetação tendem a aumentar nesta época do ano com a falta de chuvas e a imprudência de moradores.

Foto: Eduardo Oliveira/CBN Ponta Grossa

Ponta Grossa registrou, somente neste mês, 28 ocorrências de incêndios. Desse número, 25 foram ambientais. Os dados são do Sistema de Registro e Estatística do Corpo de Bombeiros do Paraná (Sysbm) e indicam queimadas em áreas urbanas e próximas de rodovias.


As ocorrências de incêndios em vegetação tendem a aumentar nesta época do ano com a falta de chuvas e a imprudência de moradores. Em 11 dias, os registros aumentaram 177% em relação a todo o mês de junho, que totalizou nove queimadas em vegetação.


Conforme os Bombeiros, nos 11 primeiros dias de julho do ano passado foram registradas apenas sete ocorrências de queimadas em vegetação em Ponta Grossa. Neste ano, já são 25. Em todo o mês de julho de 2021, foram 105 ocorrências, mas o recorde foi em agosto, quando o município somou 136 registros.


Segundo a Corporação, muitas das queimadas são causadas por bitucas de cigarro e fogo em terrenos baldios. Somente nesta segunda-feira (11) o Corpo de Bombeiros atendeu dois focos de incêndio em vegetações de Ponta Grossa. Um às margens da rodovia PR-151 e outro na Avenida General Carlos Cavalcanti em Uvaranas.


Na última semana, focos foram registrados na Vila Estrela, em Olarias, Contorno, Chapada, Boa Vista e Neves. Das ocorrências de incêndio registradas neste mês em Ponta Grossa, 17% correspondem a campos nativos e 34% a capoeiras, gramas e arbustos que crescem depois da derrubada da vegetação original.


Mas a maioria, quase 40%, é de queimadas em terrenos baldios. Conforme os dados, em janeiro deste ano foram registradas 12 ocorrências de incêndio em vegetação, em fevereiro cinco e em março duas. Abril não teve registro de queimadas em Ponta Grossa. Em maio foram 15 atendimentos e junho nove.


Os primeiros 11 dias de julho já colocam o mês com o maior registro de queimadas em vegetação do ano. Provocar incêndios em vegetações é considerado crime ambiental, sob pena de prisão e multa. A recomendação dos Bombeiros é que a população denuncie sempre que verificar a prática de queimadas.


Para denunciar queimadas ilegais basta ligar para o 190 da Polícia Militar. Em caso de combate a focos de incêndio, a população pode acionar o Corpo de Bombeiros pelo número 193.


Ouça:


Comments


bottom of page