top of page
  • CBN Ponta Grossa

Quilombolas, indígenas e ciganos terão acesso a bolsas de estudo

Por meio de uma parceria com a Secretaria de Estado da Mulher, Igualdade Racial e Pessoa Idosa, o Centro Universitário Internacional (Uninter) abrirá vagas no "Processo Seletivo Diversidade" para comunidades quilombolas, indígenas e ciganas das etnias Rom, Calon e Sinti. As vagas são para os programas de Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Graduação (Bacharelado, Tecnologia e Licenciatura) na modalidade de Educação a Distância (EAD).


Processo seletivo de bolsas de estudos tem como público quilombolas, indígenas e ciganos Foto: Robson Mafra/Semipi

A secretária Leandre Dal Ponte afirmou que a iniciativa visa a inclusão e a formação dessas comunidades, contribuindo para a promoção dos direitos desses grupos. 


Para as comunidades quilombolas e indígenas, serão oferecidas 25 bolsas de graduação a distância, sendo 15 integrais e 10 com desconto de 80% no valor da mensalidade. Também serão disponibilizadas 25 bolsas para EJA, com 20 integrais e cinco com desconto de 80%. 


Para os ciganos das etnias Rom, Calon e Sinti, serão ofertadas 10 bolsas integrais de graduação a distância e 10 bolsas integrais para EJA, com duração mínima de 18 meses. 


As provas serão online, e as inscrições podem ser feitas no site da Uninter. Os cursos disponíveis incluem Bacharelado, Tecnologia e Licenciatura em diversas áreas, como Administração, Ciências Biológicas, Engenharia, História, Jornalismo, Psicopedagogia, entre outros.


Por Vitória Testa, com supervisão de Emmanuel Fornazari


*Texto escrito a partir de informações da Agência Estadual de Notícias


Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page