• Redação

Saúde já investiu mais de R$ 40 milhões no combate à Covid-19


A pandemia do novo coronavírus mudou a atuação da Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa), que neste primeiro quadrimestre, já direcionou mais de R$ 40 milhões para ações de enfrentamento da doença.  São mais de R$ 23 milhões em ações de saúde para o enfrentamento da doença e outros R$ 18 milhões para aquisição de leitos hospitalares de covid-19. “A pandemia agravou nossos gastos e esforços em saúde”, disse o secretário estadual da Saúde, Beto Preto, em audiência pública remota na Assembleia Legislativa do Paraná.

Em audiência remota na Comissão de Saúde Pública da Casa, o secretário e o diretor-geral da Sesa, Nestor Werner Júnior, prestaram contas das ações da pasta no primeiro quadrimestre de 2020. Para este ano, a área da saúde teria pouco mais de R$ 5,6 bilhões para serem investidos. Mas o diretor-geral da pasta, Nestor Werner Júnior, observa que o valor sofrerá alterações já que “estamos passando por uma pandemia que está afetando em cheio a arrecadação do Estado”.

Ampliação de leitos

A Sesa investiu mais de R$ 18 milhões à implantação de leitos para o tratamento da Covid-19. Em março foram R$ 978.500,00 para 496 leitos (95 para UTI Adulto; 02 para UTI Pediátrica e 399 para enfermaria adulto). Em abril mais R$ 16.757.745,28 para 1.388 leitos (429 para UTI Adulto; 35 para UTI Pediátrica; 855 para enfermaria adulto e 69 para enfermaria pediátrica).


Além disso, instituiu o Centro de Operações de Emergências (COE), elaborou um Plano de Contingência do Paraná ao enfrentamento da Covid-19, implementou o serviço “Remédio em Casa” e aumentou a capacidade atual de processamento para exames com o método RTPCR (Covid-19) para 5.600/dia.

Com relação ao repasse de mais R$ 37 milhões feito pelo Legislativo Estadual ao Fundo de Saúde do Estado, o secretário disse que 2/3 deste valor serão destinados para o custeio da área hospitalar e 1/3 para a aquisição de equipamentos de proteção individual aos municípios.

Quadrimestre

Com relação aos dados do primeiro quadrimestre de 2020, já foram aplicados pouco mais de R$1,2 bilhão em ações e serviços públicos de saúde, ou 10,54% do montante previsto para o ano. Detalhadamente, Nestor Werner falou dos investimentos feitos no setor como, por exemplo, o investimento de R$ 135 milhões na produção ambulatorial e hospitalar SUS para o atendimento de urgência, eletiva e outros; na atenção psicossocial foram mais de sete mil atendimentos ambulatoriais ao custo de R$ 29.139,03 e outros 3.284 atendimentos hospitalares ao valor de R$ 4.069.636,28.

Na questão da promoção da saúde, em 50% das regiões de saúde foram implantados os serviços de Banco de Leite; 50% das regiões com hospitais habilitados na iniciativa Hospital Amigo da Criança; 373 municípios aderiram ao Programa Saúde na Escola (PSE) e foram implantados o Programa de Controle de Tabagismo em 28 municípios.

Para enfrentamento à violência houve um Termo de Cooperação Técnica SESA/SESP-IML para garantir serviços de referência ao atendimento integral e humanizado às pessoas em situação de violência sexual em 17 Regiões de Saúde; ampliado em 11,32% os Núcleos Municipais de Segurança do Paciente em municípios com mais de 100.000 habitantes e as tratativas para ampliação do Projeto Vida no Trânsito em mais dois municípios.


Informações Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

Foto: ALEP/Divulgação


Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

Ponta Grossa - PR

Ligue

Fone: 42 - 3028 1300

Whats: 42 9 9994 1011