• Redação

Valtão renuncia ao mandato de vereador de Ponta Grossa

Atual presidente da AMTT, Celso Cieslak, deve ser convocado para a vaga do parlamentar.

O vereador Valtão (PRTB) renunciou ao mandato nesta tarde (21), em Ponta Grossa. Segundo o documento protocolado na Câmara de Vereadores, a renúncia foi por razões particulares.


A decisão do político acontece um dia depois da publicação do relatório da Comissão Parlamentar Processante (CPP) que pediu sua cassação por quebra de decoro.


Valtão responde processo criminal em liberdade com tornozeleira eletrônica. Ele é acusado pelo Ministério Público de ter recebido vantagem indevida quando era relator na CPI que investigou o contrato entre a empresa do EstaR Digital e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte.


Conforme o Legislativo, como a renúncia não depende de votação dos demais vereadores, o próximo passo é a convocação do suplente.


O primeiro nome para assumir a vaga de Valtão é o de Celso Cieslak, que atualmente preside a AMTT. Já o segundo suplente é o Sargento Guiarone, responsável pelo pedido de cassação do vereador.


De acordo com a Câmara, a convocação deve ser feita ainda hoje ou na próxima segunda-feira (24).


Ouça: