• Redação

Varejo paranaense recua quase 20% no mês de abril

Atualizado: Jun 22



As vendas no comércio varejista do Paraná tiveram queda de 19,46% no mês de abril em relação a março, o primeiro mês do isolamento social. Na região de Ponta Grossa, a redução nas vendas foi de 8,8%. Os dados são da Pesquisa Conjuntural da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR). 


Na variação mensal, o levantamento identificou que os únicos setores do varejo de Ponta grossa que tiveram alta em abril, foram as óticas e cine foto (17,59%) e materiais de construção (0,31%).  As papelarias e livrarias registraram o maior recuo nas vendas (-83,85%) na cidade.


Na comparação com abril do ano passado, todos os setores do varejo ponta-grossense sofreram prejuízos, de acordo com a análise regional da Fecomércio PR. Os segmentos que se saíram melhor, mesmo com a queda, foram os supermercados, com -1,25% de retração e o de material de construção com -4,55%.  Entre abril de 2020 e com o mesmo período de 2019, a redução total do varejo em Ponta Grossa foi de -12, 96% No Paraná, a queda foi ainda mais expressiva: de 31,13%.


Outras regiões

A pesquisa da Fecomércio PR mostra queda no varejo em todas as regiões analisadas. Na comparação com março, o Norte do Estado registra os maiores prejuízos: em Maringá as vendas tiveram baixa de 31,68%, e em Londrina, de 27,91%. No Sudoeste, a redução foi de 11,71%; na região Oeste, de 11,88% e em Curitiba e Região Metropolitana, de 17,25%.


Na comparação com abril de 2019, novamente as atividades comerciais em Maringá e Londrina foram as mais afetadas, com redução de 44,83% e 41,11%, respectivamente. Na região Oeste, os danos ao comércio foram de 34,27%; no Sudoeste, de 28,52% e na Capital, a diminuição no faturamento foi de 24,98%.


Imagem: Agência Brasil/Divulgação


Ouça a matéria:


Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

Ponta Grossa - PR

Ligue

Fone: 42 - 3028 1300

Whats: 42 9 9994 1011