top of page
  • CBN Ponta Grossa

Após reajuste da Petrobrás, preço da gasolina sobe em Ponta Grossa

A Petrobrás aumentou, nessa quarta-feira (25), em R$ 0,23 por litro o preço repassado às distribuidoras.

Foto: EBC

O preço médio da gasolina vendida em Ponta Grossa aumentou em cerca de R$ 0,28 após o anúncio de reajuste feito pela Petrobrás. De acordo com a Agência Nacional do Petróleo (ANP), a média do preço do combustível na cidade na semana passada era de R$ 4,98 o litro.


Conforme um cálculo da média dos preços feito pela CBN por meio do Aplicativo Menor Preço, nesta quinta-feira (26) a média é de R$ 5,26 o litro, um aumento de aproximadamente 5,6%. A Petrobrás aumentou, nessa quarta-feira (25), em R$ 0,23 por litro o preço repassado às distribuidoras.


Com isso, o valor vendido passou de R$ 3,08 para R$ 3,31 por litro. Em nota, a Companhia afirmou que o reajuste considera a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos. A parcela da Petrobras no preço ao consumidor será, em média, R$ 2,42 a cada litro vendido na bomba.


O último reajuste tinha sido no dia 7 de dezembro do ano passado, quando a Petrobrás anunciou a queda de R$ 3,28 para R$ 3,08 por litro, redução de R$ 0,20 por litro. O aumento desta semana é o primeiro do governo Lula.


Segundo a empresa, o reajuste acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações e da taxa de câmbio.


A Companhia usa como referência para os reajustes o Preço de Paridade de Importação, que considera as variações do petróleo no mercado internacional e a cotação do dólar. Segundo a ANP, o preço da gasolina comum é composto por cinco itens: Preço do produtor, do etanol, tributos federais e estaduais, distribuição, transporte e revenda.


Conforme o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis e Lojas de Conveniências do Estado do Paraná, os postos são obrigados a comprar a gasolina das distribuidoras de combustíveis e não podem comprar diretamente das refinarias.


Com isso, os reajustes dependem dos repasses das distribuidoras. O Paranapetro afirma que os aumentos são repassados aos postos com grande agilidade, muitas vezes de imediato e até com valores superiores ao divulgado pela Petrobras.


Antes do aumento, o preço mínimo apontado pelo ANP em Ponta Grossa era de R$ 4,93 e o máximo era de R$ 4,99. Nesta quinta-feira (26), o Aplicativo Menor Preço mostra que a gasolina é vendida entre R$ 4,74 e R$ 6,99 no município.

Comments


bottom of page