• Redação

Arrecadação de Ponta Grossa apresenta aumento de 9% nos primeiros oito meses deste ano

O balanço foi apresentado ontem (30) pelo secretário da fazenda, Cláudio Grokoviski, em audiência pública de prestação de contas do 2º quadrimestre de 2021, na Câmara Municipal.

Foto: Prefeitura de Ponta Grossa

As receitas de Ponta Grossa cresceram 9% nos primeiros oito meses deste ano, segundo um balanço apresentado pela Secretaria Municipal da Fazenda. Receitas de ISS, ITBI E ICMS registraram crescimento em comparação com o mesmo período do ano passado.


Em contrapartida, as despesas aumentaram 10% nesse período. O balanço foi apresentado ontem (30) pelo secretário da fazenda, Cláudio Grokoviski, em audiência pública de prestação de contas do 2º quadrimestre de 2021, na Câmara Municipal.


De acordo com a prefeitura, a Receita Corrente Líquida do Município teve um incremento de 5,79%, chegando a R$ 980 milhões no 2º quadrimestre, em comparação com o mesmo período do ano passado.


Das receitas próprias, o Imposto de Transmissão de Bens Imóveis(ITBI) e o Imposto sobre Serviços (ISS) apresentaram o melhor desempenho, com crescimento de 33% e 28%, respectivamente. Já o IPTU acompanhou a inflação, com crescimento pouco acima de 7%.


Segundo o balanço, das receitas de transferência constitucional, o IPVA acompanhou a inflação, registrando variação de 7%. O repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) aumentou 34% e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) teve um incremento de 28% no município.


No entanto, no fechamento do segundo quadrimestre, a prefeitura pagou R$ 66 milhões de dívidas, um crescimento de 10% nas despesas municipais. Conforme a Secretaria, desse total, R$ 24 milhões foram destinados ao pagamento de precatórios.


De acordo com o balanço, o gasto com pessoal ficou em 52,48%, abaixo do limite máximo estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal.


Ouça a reportagem: