• Redação

Associação Comercial é contra extinção da AMTT

A extinção da AMTT faz parte da reforma administrativa proposta pela prefeitura.

Foto: ACIPG

A Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) se posicionou contrária à proposta de extinção da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes (AMTT).


O projeto foi aprovado em primeira discussão na segunda-feira (24) e deve passar pela segunda discussão na tarde desta quarta-feira (24). A extinção da AMTT faz parte da reforma administrativa proposta pela prefeitura.


Conforme o projeto, os serviços de fiscalização do trânsito e do Estar Digital passariam para a Secretaria de Cidadania e Segurança Pública e os serviços de fiscalização do transporte coletivo e individual de passageiros ficariam sob responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura e Planejamento.


Em nota, a ACIPG destacou que a mudança pode significar o comprometimento dos investimentos no trânsito de Ponta Grossa. Segundo a entidade, o orçamento da Autarquia, cerca R$ 44 milhões ao ano, passaria para os domínios da administração municipal e as respectivas secretarias que assumiriam as ações da AMTT.


A Associação teme que com o fim do órgão regulador e fiscalizador do trânsito, o orçamento acabe tendo destinação que não seja o trânsito de Ponta Grossa. A ACIPG ressalta que a forma mais adequada de se aplicar estes R$ 44 milhões integralmente no trânsito seria a manutenção da AMTT.