• Redação

'Botão do pânico' pode se tornar aliado de mulheres com medidas protetivas em Ponta Grossa

A ferramenta já está disponível para 16 mulheres para um período de teste.

Mulheres de Ponta Grossa com medidas protetivas contra ex-companheiros começaram a testar, na semana passada, o 'botão do pânico'. Inicialmente, a ferramenta está disponível para 16 mulheres através do aplicativo 153 Cidadão.

A coordenadora da Patrulha Maria da Penha, Liliane Chociai, dá mais detalhes sobre a tecnologia.


Ouça abaixo


Atualmente, a Patrulha Maria da Penha, vinculada à Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP), acompanha 442 medidas protetivas. Liliane comenta a importância desse controle.


Ouça abaixo


O aplicativo 153 Cidadão é voltado para o trabalho da Guarda Municipal com a comunidade e, no dia a dia, poderá ser usado para diversos tipos de acionamentos. Segundo a Prefeitura de Ponta Grossa, o sistema deve ser liberado nos próximos meses.


De janeiro a novembro, a Guarda Municipal atendeu 279 solicitações de mulheres em situação de violência e 106 chamadas por descumprimento de medida protetiva. O contato foi feito pelo número 153. Nesse mesmo período, a Patrulha Maria da Penha registrou 333 novos processos.




0 comentário

Visite

R. XV de Novembro, 591 

Centro 

- Ponta Grossa

- Paraná

- Brasil 

Ligue

Fone: (42) 3028-1300

Whats: (42) 99994-1011 

Email

jornalismo@cbnpg.com.br

Contato Comercial

opec@cbnpg.com.br