• Thailan Jaros

Campos Gerais registra 1.670 casos de dengue em 11 meses

Cerca de 62% do total foi registrado em Tibagi, que está em situação de emergência desde o final de abril.

Foto: AEN

Os municípios dos Campos Gerais já registram 1.670 casos de dengue, segundo o Informe Epidemiológico publicado nesta semana. Cerca de 62% do total foi registrado em Tibagi, que está em situação de emergência desde o final de abril.


De acordo com a Secretaria de Saúde do Paraná, o período sazonal da doença começou em agosto do ano passado e deve ser finalizado em julho deste ano.


Desde o início do monitoramento, Tibagi confirmou 1.052 casos de dengue. Militares da 5ª Brigada de Cavalaria Blindada de Ponta Grossa foram até o município para auxiliar no combate aos focos do mosquito.


Os soldados concluíram os trabalhos no início deste mês. Conforme a Secretaria de Saúde de Tibagi, focos da dengue foram encontrados na cidade e no interior, em locais inusitados como garrafas long neck quebradas, dentro de botas de borrachas, bebedouros de animais, troncos de árvores e vasos de flores.


Na região, os municípios de Piraí do Sul, Telêmaco Borba e Imbaú também chamam a atenção no boletim publicado nesta semana. Piraí do Sul registra ao todo 239 casos confirmados de dengue, com uma incidência de 651 a cada 100 mil habitantes.


Telêmaco Borba vem em seguida com 200 confirmações e Imbaú registrou até agora 81 casos, com incidência de 373 a cada 100 mil habitantes. A maior cidade da região, Ponta Grossa confirmou apenas 38 casos de dengue em 11 meses.


O último boletim publicado pela Secretaria Estadual de Saúde apontou 104.592 confirmações e 59 mortes de dengue no Paraná. Quase 90% dos municípios registraram pelo menos um caso da doença.


Ouça: