top of page
  • Ricardo Silveira

Cesta básica apresenta queda de preço em Ponta Grossa, aponta pesquisa da UEPG

O tomate puxou a queda no preço total

Foto: Agência Brasil

A cesta básica em Ponta Grossa teve queda de preço na primeira semana de outubro. É o que aponta a pesquisa feita pelo Departamento de Economia da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Os 33 produtos que compõem a cesta apresentam o valor de R$ 823,53. Uma queda de 2,74%, em comparação com o mês passado, quando custava R$ 846,73.


Dos produtos analisados, 18 apresentaram queda de preço – o tomate ficou 35,25% mais barato. Dos 14 produtos que aumentaram o preço, a batata ficou 25,42% mais cara. Dos cinco grupos que compõem a Cesta Básica, o que apresentou maior queda foi o grupo “Carne”, de 7,61%, com o frago apresentando maior variação negativa (9,31%).


O grupo “Alimentação Geral” apresentou queda de 0,91%, com o leite 6,65% barato. No grupo “Higiene”, que ficou 0,69% mais barato, a maior queda de preço foi do condicionador (10,47%.). No grupo de “Limpeza”, os produtos baixaram 6,98% o preço, com o sabão em pó 17,93% mais barato.


Na pesquisa, foram considerados o consumo básico de alimentação, higiene e limpeza de uma família de três membros, com renda mensal de um a cinco salários mínimos. A pesquisa verificou que, se o ganho é de um salário mínimo de R$1.212, serão gastos 67,95% da renda mensal.


Já as famílias que têm dois, três, quatro e cinco salários mínimos, a aquisição da cesta básica representa um valor de 33,97%; 22,65%; 16,99%; e 13,59% da renda mensal, respectivamente. O Índice Cesta Básica (ICB) se refere às compras feitas no serviço delivery no município e não é um aferidor de inflação.

bottom of page