• Thailan Jaros

Comércio de Ponta Grossa espera crescimento de 23% nas vendas de Dia das Mães

No Paraná, mais de 80% dos filhos vão presentear as mães neste domingo.

Foto: Agência Estadual de Notícias

O segundo domingo de maio é um evento muito aguardado pelas mães. Tradicionalmente, o Dia das Mães é um momento de celebração em família. Mas quem também espera pela data são os comerciantes.


Isso porque depois do Natal, o Dia das Mães é a data mais importante para o comércio. Neste ano, o comércio de Ponta Grossa espera um crescimento de 23% nas vendas.


Segundo uma pesquisa contratada pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná (Faciap), a expectativa no município é superior à média estadual, que aponta um índice de 19% de aumento nas vendas no período.


O levantamento envolve quinhentos empresários de Curitiba e Região Metropolitana, Londrina, Maringá, Cascavel, Guarapuava, Ponta Grossa e Francisco Beltrão. Eles foram ouvidos entre os dias 25 e 27 de abril. A margem de erro é de 4%.


O objetivo da pesquisa é detectar a impressão dos empresários neste cenário de expansão da atividade comercial e de expectativas com relação à retomada da economia.


De acordo com a pesquisa, a maioria dos empresários ouvidos disse que o fim da pandemia e a vacinação contra a Covid-19 contribuem com o aumento do movimento e das vendas no comércio.


A liberação do FGTS e a primeira parcela do 13° dos aposentados também devem influenciar positivamente nas vendas. Ponta Grossa e Cascavel são as regiões em que os empresários demonstraram mais otimismo.


E se o comércio está otimista, é porque os consumidores estão comprando. No Paraná, mais de 80% dos filhos vão presentear as mães neste domingo.


É o que diz uma sondagem da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) e do Sebrae/PR. De acordo com a pesquisa, 63% dos paranaenses pesquisam os preços antes da compra. Desse total, 43% pesquisam pela internet e 19% decidem bater perna nas lojas.


Conforme o levantamento da Faciap, 35% dos empresários ponta-grossenses estão esperançosos com a retomada da economia e 38% dizem estar aguardando a evolução do cenário econômico. Outros 28% ainda se mostram preocupados.


A Federação avalia que a recuperação é provocada pela reabertura definitiva do comércio, pela vacinação e também pelo fim da obrigatoriedade do uso de máscaras em locais fechados.


Ouça: