• Redação

Conselho começa a discutir nova tarifa do transporte público de Ponta Grossa

O Conselho recebeu as planilhas de estudo técnico para a análise.

Foto: Thailan Jaros/ CBN Ponta Grossa

O Conselho Municipal de Transportes começa nesta tarde (21) a discussão da nova tarifa do transporte público em Ponta Grossa. A reunião acontece na Secretaria Municipal de Planejamento.


O Conselho recebeu as planilhas de estudo técnico para a análise. Os conselheiros agora devem discutir os dados e iniciar os estudos para propor um novo valor da tarifa dos coletivos aqui da cidade.


No final de agosto, a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT) finalizou um estudo técnico para esse reajuste, que concluiu que o valor da passagem pode chegar a R$ 8,35 na cidade.


O estudo leva em conta os dados de insumo repassados pela concessionária do transporte, como gasto com pneus e folha de pagamento, a quilometragem rodada e a quantidade de passageiros.


A partir desses dados, o relatório foi finalizado e enviado para o debate do Conselho Municipal de Transportes, que vai discutir agora o valor da tarifa técnica. No entanto, a decisão final sobre o preço da passagem é da prefeitura.


Lembrando que o Conselho voltou a ser consultivo neste ano. Isso significa que não tem caráter de decisão, e só pode apresentar sugestões e discutir temas sobre o transporte público. A decisão cabe somente a administração municipal.


Conforme a prefeitura, a pandemia reduziu o número de passageiros, com reflexos no custo global, uma vez que o sistema em Ponta Grossa usa como base o índice de passageiros por quilômetro.


Em um comunicado enviado à imprensa no começo do mês passado, a prefeita Elizabeth Schmidt afirmou que não há a menor possibilidade de se chegar ao valor de R$ 8,35.


De acordo com a prefeita, uma tarifa nesse patamar tornaria o sistema inviável, já que não haveria suporte econômico para manter o sistema. Elizabeth destacou, na época, que a prefeitura busca formas de reduzir os impactos da alta dos custos e da redução dos passageiros. Uma forma, seria racionalizar trajetos e horários, para que os ônibus não rodem vazios.


De acordo com os relatórios disponíveis no portal da transparência da AMTT, em dois anos o número de passageiros do transporte público diminuiu cerca de 42%.


Em julho de 2019, mais de 1 milhão e 800 mil pessoas usaram os ônibus. No mesmo mês de 2020, já com a pandemia da Covid-19, esse número caiu para cerca de 931 mil passageiros.


Quando comparado julho de 2020 com o mesmo mês deste ano, houve um aumento de 12% de passageiros. O último reajuste da tarifa em Ponta Grossa foi feito em 2019 e atualmente a passagem custa R$ 4,30.