top of page
  • CBN Ponta Grossa

Correios opera normalmente e sem paralisação

Cinco dos 36 sindicatos dos Correios realizam assembleias, nos próximos dias, para decidir se haverá ou não paralisação parcial

Foto: Site/ Internet

Os Correios estão operando normalmente em todo o País, com 100% dos empregados presentes, todas as agências abertas e todos os serviços disponíveis. Cinco dos 36 sindicatos dos Correios realizam assembleias, nos próximos dias, para decidir se haverá ou não paralisação parcial. 


Medidas

A empresa já preparou uma série de medidas para garantir a normalidade dos serviços caso as assembleias desses cinco sindicatos aprovem paralisação parcial e pontual, entre elas: contratação de mão de obra terceirizada, realização de horas extras, deslocamento de empregados entre as unidades e apoio de pessoal administrativo. 


Acordo

Pela primeira vez depois de 7 anos, em 2023 os Correios assinaram em mesa de negociação o Acordo Coletivo de Trabalho, que recuperou mais de 40 cláusulas que haviam sido extintas pelo governo anterior. 


Benefícios 

Os Correios concederam aumento linear de R$ 250 para a maior parte do efetivo, ou seja, um aumento médio de 6,36% para mais de 71 mil empregados (83%), a partir de janeiro de 2024. Para parte dos empregados, o aumento chega a 12%. 


Além disso, na segunda-feira (21), os Correios lançaram um programa de bolsa de estudos para que empregados de nível médio, como carteiros, atendentes e operadores de triagem e transbordo cursem a graduação de sua escolha. Já são mais de 1.140 inscritos. 



Veja parte dos outros benefícios do acordo


• Aumento imediato nos benefícios de 3,53% – 100% do INPC, retroativo a agosto; 

• Abonos de R$ 1 mil em 2023 e de R$ 1.500 em janeiro de 2024; 

• Reembolso creche/babá de R$ 686,50; 

• Licença paternidade de 20 dias; 

• 50% de antecipação do 13º salário; 

• Gratificação de quebra de caixa de R$ 256,22; 

• Adiantamento de férias com desconto em 5 vezes; 

• Remuneração e ticket mantidos por 90 dias para considerados inaptos pelo INSS; 

• Ticket mantido até o retorno, em caso de acidente de trabalho; 

• Abono-acompanhante de 6 dias; 

• Adicional AADC para gestantes mantido a partir do 5º mês de gestação; 

• Licença remunerada de 10 dias em caso de violência doméstica; 

• Afastamento especial em caso de nascimento de bebê prematuro (para homens e mulheres); 

• Horário especial de amamentação ampliado de 12 para 18 meses. 

• Retorno da cláusula que prevê que os Correios arcarão provisoriamente com as multas de trânsito, relativas aos veículos da empresa, quando aplicadas nos percursos de coleta e entrega (cobrança só se não houver recurso por parte dele ou se for julgado improcedente); 

• Licença maternidade de 6 meses; 

• Auxílio-especial de até R$ 2.868,45; 

• Abono saúde de 10 dias. 


Das Assessorias

Comments


bottom of page